Portal:China

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z

Stars of China.svg Bem-vindo ao portal da
República Popular da China
China contour.svg
Cartella viola.jpg
Brosen windrose-fr.svg
ver    
Localização da China.

A República Popular da China é o terceiro maior país do mundo em área (ou o quarto, dependendo de como se contabilizem algumas áreas disputadas com outros países) e o mais populoso do planeta, ocupando uma parte considerável da Ásia oriental. Suas fronteiras ao Norte são com o Quirguistão, com o Cazaquistão, com a Mongólia e com a Rússia, a Leste com a Coreia do Norte, com o mar Amarelo (do outro lado do qual se encontra a Coreia do Sul), com o mar da China Oriental e com o estreito de Taiwan, que a separa de Taiwan (país que reivindica), a Sul com o mar da China Meridional, com o Vietname, com o Laos, com Myanmar, com a Índia, com o Butão e com o Nepal e a Oeste com o Paquistão, o Afeganistão e o Tadjiquistão.


Cartella viola.jpg
Nuvola filesystems services.png
ver    
Bandeira de Macau

Macau (em chinês: 澳門; cantonês: Oumun; pinyin: Àomén) é uma Região Administrativa Especial da República Popular da China desde os primeiros momentos da madrugada do dia 20 de Dezembro de 1999. Antes desta data, Macau foi colonizada e administrada por Portugal durante mais de 400 anos e é considerada o primeiro entreposto bem como a última colónia europeia na China.

Esta administração teve começo em meados do século XVI, quando Macau foi colonizada e ocupada gradualmente pelos portugueses. Estes últimos rapidamente trouxeram prosperidade a este pequeno pedaço de terra, tornando-a numa grande cidade e importante intermediário no comércio entre a China, a Europa e o Japão, fazendo com que ela atingisse o seu auge nos finais do século XVI e nos inícios do século XVII. Só em 1887 é que a China reconheceu oficialmente a soberania e a ocupação perpétua portuguesa sobre Macau, através do "Tratado de Amizade e Comércio Sino-Português". Em 1967, como consequência do Motim 1-2-3 levantado pelos residentes chineses pró-comunistas de Macau no dia 3 de Dezembro de 1966, Portugal renunciou a sua ocupação perpétua sobre Macau. Em 1987, após intensas negociações entre Portugal e a República Popular da China, os dois países concordaram que Macau iria passar de novo à soberania chinesa no dia 20 de Dezembro de 1999. Actualmente, Macau está a experimentar um grande e acelerado crescimento económico, baseado no acentuado desenvolvimento do sector do jogo e do turismo, as duas actividades económicas vitais desta região administrativa especial chinesa.

É constituída pela Península de Macau e por duas ilhas (Taipa e Coloane, entretanto com a ligação feita por terra seca por meio de um aterro, o istmo de Cotai), numa superfície total de 28,6 km². Macau situa-se na costa meridional da República Popular da China, a oeste da foz do Rio das Pérolas e a 60 km de Hong Kong, que se encontra aproximadamente a leste de Macau. Faz fronteira a norte e a oeste com a Zona Económica Especial de Zhuhai, logo é adjacente à província de Guangdong.

Macau efectua muitos aterros para reclamar, “obter” mais espaços de construção à foz do Rio das Pérolas. Tem cerca de 538 mil habitantes, sendo a esmagadora maioria de etnia chinesa.

Desde 20 de Dezembro de 1999, o nome oficial de Macau é “Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China” (RAEM). Após o estabelecimento da RAEM, Macau actua sob os princípios do Governo Popular Central Chinês da RPC de "um país, dois sistemas", de “Administração de Macau pela Gente de Macau” e de “Alto Grau de Autonomia”, gozando por isso de um estatuto especial, semelhante ao de Hong-Kong, e possuindo consequentemente um elevado grau de autonomia, limitando-se apenas no que se refere às suas relações exteriores e à defesa. Foi também garantido pela RPC a preservação do seu sistema económico-financeiro e das suas especificidades durante pelo menos 50 anos, isto é, pelo menos até 2049.

Cartella viola.jpg
Nuvola apps kontact.png
ver    
Mao Zedong portrait.jpg

Mao Tsé-Tung, (em chinês tradicional:毛澤東; e em chinês simplificado: 毛泽东, Mao Tse-tung pela transliteração Wade-Giles, ou Máo Zédōng, pela pinyin), (26 de Dezembro de 18939 de Setembro de 1976), foi um teórico chinês, político e líder comunista revolucionário. Ele liderou a República Popular da China desde a sua criação em 1949 até sua morte em 1976. Sua contribuição teórica para o marxismo-leninismo, Estratégias militares, e suas políticas comunistas são conhecidas coletivamente como Maoísmo.

Mao continua sendo uma figura controversa na atualidade, com um legado importante e igualmente controverso e constante. Na China é visto oficialmente como um grande revolucionário, estrategista, mentor político e militar e salvador da nação. Muitos chineses acreditam também que, através de suas políticas, ele lançou os fundamentos econômicos, tecnológicos e culturais da China moderna, transformando o país de uma ultrapassada sociedade agrária em uma grande potência mundial. Além disso, Mao é visto por muitos como um poeta, filósofo e visionário. Como conseqüência, seu retrato continua a ser caracterizado na Praça Tiananmen e em todos as notas Renminbi.

Inversamente, no Ocidente, Mao é acusado de com seus programas sociais e políticos, como o Grande Salto Adiante e a Revolução Cultural, causar grave fome e danos a cultura, sociedade e economia da China. Políticas de Mao e os expurgos políticos de 1949-1975, provocaram a morte de 50 a 70 milhões de pessoas. Desde que Deng Xiaoping assumiu o poder em 1978, muitas políticas maoístas foram abandonadas em favor de reformas econômicas.

Mao é visto como uma das figuras mais influentes na história do mundo moderno, e foi nomeado pela Time Magazine como uma dos 100 personalidades mais influentes do século XX.

Cartella viola.jpg
Nuvola filesystems camera.png
ver    
Everest North Face toward Base Camp Tibet Luca Galuzzi 2006.jpg
Face norte do Monte Everest vista do caminho para a base de apoio, no Tibete.
Cartella viola.jpg
Nuvola apps remote.png
ver    
Cartella viola.jpg
Nuvola apps kate.png
ver    
Cartella viola.jpg
Nuvola apps bad kcontrol.png
ver    

Artigos para desenvolver:

  • Outros artigos:

Artigos para revisar/reciclar:


Artigos para sofrerem fusão: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Artigos para traduzir: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Predefinições a traduzir/completar: Observação importante: Ao criar novos artigos procure criar todos os possíveis redirecionamentos.

Cartella viola.jpg
Nuvola apps kdmconfig.png
ver    
Predefinições
Infobox
Ligações
Portal A Wikipédia possui o
Portal da China
Cartella viola.jpg
Nuvola apps bookcase.png
ver    
Cartella viola.jpg
Portal.svg
ver