Azeviche

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Azeviche é uma gema orgânica, produzida por carvão mineral.

Anel com azeviche em ouro branco e preto e brilhante nas mesmas cores design Andree Guittcis
Pingente em azeviche, Magdaleniana MHNT

Azeviche: s.m. Carvão compacto usado como gema, também conhecido por Âmbar Negro (black amber). O azeviche teve um uso muito difundido no império romano, que transportavam o produto da Inglaterra para Roma. Seu uso era muito associado ao luto e na confecção de objetos esotéricos, como a figa de azeviche, que servia, supersticiosamente para afastar as serpentes. De dureza 2 a 2,5 e textura muito fina e compacta, o azeviche apresenta um aspecto negro aveludado com polimento e se presta para trabalhos de escultura. Pode conter fósseis e pirita, originada da reação do enxôfre vegetal com o ferro. No século XIX o azeviche foi muito usado na joalheria de luto. Hoje seu uso é restrito a certos círculos esotéricos. Tal como o âmbar, o azeviche, quando sofre atrito com um pano, adquire eletricidade estática, podendo atrair pedaços de papel. Como é um material com origem em seres vivos não é considerado um mineral, mas o azeviche pode se ressecar e ficar tomado por rachaduras.

Produtores: é obtido em muitas partes do mundo, onde ocorrem jazidas de carvão. Em Whitby, North Yorkshire, Inglaterra, ocorre um azeviche que pode conter inclusão de amonitas, com os quais se pode preparar belas jóias. Em Portugal, no concelho da Batalha, nas minas de Alcanadas (Barrojeiras e de Chão Preto), era extraído azeviche que eram usados pela Família Real Portuguesa, até ao início do século XX, na realização de jóias usadas durante os períodos de luto da família.

Há ainda azeviche nas Astúrias (Norte de Espanha) e em Peniche (Portugal).

Fonte: Dicionário Livre de Geociências [1] [2] [3]