Baía Shark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Baía Shark, Austrália Ocidental *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Shark Bay Phytoplankton in Bloom.jpg
Vista de Satélite da Baía Shark
País Austrália
Critérios (vii)(viii)(ix)(x)
Referência 578
Coordenadas 25° 30′ S 113° 30′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1991  (15ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A baía Shark localiza-se na Austrália Ocidental, Austrália, cerca de 800 km a norte de Perth. Foi-lhe dado esse nome por William Dampier, um dos primeiros europeus a visitar a Austrália, em 1699. Foi neste local que supostamente os europeus tiveram o primeiro contacto com a Austrália.

No ponto mais oeste da Austrália, a baía Shark, com as suas ilhas e o território ao seu redor tem características que lhe valeram o título de Património Mundial em 1991; um vasto "manto" de ervas marinhas, que são as maiores e mais ricas do mundo, ocupando 4800 km²; e os seus estromatólitos [1] (uma rocha formada por tapete de limo produzido por micróbios no fundo de mares rasos e que estão entre os mais antigos indícios de vida na terra). A baía Shark é também o habitat de 5 espécies de mamíferos em perigo de extinção.

Referências

  1. Bryson, Bill - Breve História de Quase Tudo - Companhia das Letras - ISBN:978-85-359-0724-7

Ver também[editar | editar código-fonte]

Sites Oficiais de Shark Bay[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Baía Shark