Band of Joy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Band of Joy
Band of Joy liderada por Robert Plant, outubro de 2010
Informação geral
Origem  Inglaterra
Gênero(s) Folk rock
Blues rock (precoce)
Rock progressivo
Período em atividade 1966–1968, 1977–1983, 2010-2011
Afiliação(ões) Led Zeppelin, The Honeydrippers
Integrantes Robert Plant
Patty Griffin
Buddy Miller
Darrell Scott
Byron House
Marco Giovino
Ex-integrantes John Bonham

Band of Joy (por vezes conhecida como Robert Plant and the Band of Joy) é uma banda de rock da Inglaterra. Várias formações do grupo foram realizadas de 1965-1968 e de 1977 a 1983. Robert Plant reviveu o nome da banda em 2010 para uma turnê na América do Norte e Europa.

A banda é notável pela inclusão de dois músicos, Robert Plant e John Bonham,[1] que passaram a se juntar ao Led Zeppelin; e, em menor grau, por causa do roadie da banda de uma só vez com Noddy Holder, que mais tarde passou a frente da banda Slade.[2]

Formações[editar | editar código-fonte]

A Band of Joy foi originalmente formada em 1966 em West Bromwich, perto de Birmingham, na Inglaterra por Chris Brown (teclados), Vernon Pereira (guitarra),[3] e do cantor Robert Plant. Os conflitos com a administração da banda levaram a Plant deixar o grupo depois de alguns meses. Ele rapidamente tentou formar sua própria Band of Joy, mas logo foi dobrado. A terceira encarnação da banda, que incluía o amigo de infância de Plant, John Bonham, durou de 1967 a meados de 1968. Esta formação incluia Kevyn Gammond na guitarra e Paul Lockey no baixo. Sua marca de soul e blues era popular com modernismos de Birmingham. Esta formação gravou uma série de gravações demo no início de 1968, mas quebrou em maio de 1968, quando um contrato de gravação não se materializou.[4]

Ainda que brevemente, os direitos de guitarra foram tiradas por Dave Pegg, que mais tarde tocou baixo no Fairport Convention e Jethro Tull. Pegg ensaiou com Band of Joy, mas não fez uma turnê com eles.[5]

Para uma turnê na Escócia em 1968, Plant e Bonham cooptaram pelo baixista John Hill (ex-Uncle Joseph) e o guitarrista Mick Strode para preencher uma formação temporária.

Pós-formação[editar | editar código-fonte]

Em 2010, foi anunciado que Plant iria formar uma nova banda e turnê como Robert Plant & the Band of Joy.[6] Este álbum foi o número 8 na lista da Rolling Stone dos 30 melhores álbuns de 2010.[7]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Doyle, Patrick (25 de junho de 2010). Robert Plant Previews Upcoming Band of Joy Album (em inglês) Rolling Stone. Visitado em 11 de maio de 2014. Cópia arquivada em 31 de dezembro de 2010.
  2. Band of Joy, Kidderminster (em inglês) BBC Bbc.co.uk. Visitado em 11 de dezembro de 2014.
  3. Band of Joy (em inglês) Birmingham Music Archive (30 de março de 2010). Visitado em 11 de maio de 2014.
  4. Theakston, Rob. Band of Joy (em inglês) All Media Guide Allmusic. Visitado em 11 de maio de 2014.
  5. Memories in Music (em inglês) Memories in Music. Visitado em 11 de dezembro de 2014.
  6. Michaels, Sean (29 de março de 2010). Robert Plant to tour with new Band of Joy lineup (em inglês) The Guardian. Visitado em 22 de maio de 2014.
  7. The 30 Best Albums of 2010 (em inglês) Rolling Stone (25 de dezembro de 2010). Visitado em 22 de maio de 2014.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]