Cabra Marcado para Morrer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cabra marcado para morrer)
Ir para: navegação, pesquisa
Cabra Marcado para Morrer
 Brasil
1984 • p&b / cor • 119 min 
Direção Eduardo Coutinho
Roteiro Eduardo Coutinho
Elenco Eduardo Coutinho
Ferreira Gullar
Tite de Lemos
Género documentário
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Cabra marcado para morrer é um filme documentário brasileiro de 1984, dirigido por Eduardo Coutinho.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme é uma narrativa semidocumental da vida de João Pedro Teixeira, um líder camponês da Paraíba, assassinado em 1962.

Em razão do golpe militar, as filmagens foram interrompidas em 1964. O engenho da Galileia foi cercado por forças policiais. Parte da equipe foi presa sob a alegação de "comunismo", e o restante se dispersou.

O trabalho foi retomado 17 anos depois, recolhendo-se depoimentos dos camponeses que trabalharam nas primeiras filmagens e também da viúva de João Pedro, Elisabeth Teixeira, que desde dezembro de 1964 vivera na clandestinidade, separada dos filhos. Reconstruiu-se assim a história de João Pedro e das Ligas camponesas de Galiléia e de Sapé.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

XXXV Festival de Berlim 1985 (Berlim/Alemanha)

  • Recebeu os prêmios FIPRESCI e Interfilm do Fórum de Cinema Jovem.

FesTróia - Festival Internacional de Cinema de Tróia 1985 (Setúbal/Portugal)

  • Recebeu o Golfinho de Ouro.

VI Festival do Novo Cinema Latino-americano 1984 (Havana/Cuba)

  • Recebeu o Prêmio Coral na categoria de Melhor Documentário.

I FestRio 1984 (Rio de Janeiro/RJ)

  • Recebeu o Tucano de Ouro na categoria de Melhor Filme, o Prêmio da Crítica, o Prêmio OCIC (Ofício Católico Internacional de Cinema) e o Prêmio D. Quixote da FICC (Festival Internacional de Cinema).

13º Festival do Cinema Brasileiro de Gramado 1985 (Gramado/RS)

  • Recebeu o prêmio Hours Concours.

Festival de Cine Realidade 1985 (Paris/França)

  • Recebeu o Grande Prêmio.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O filme originariamente era uma produção de 1964, com o mesmo diretor, e que foi interrompida pelo Golpe de 1964. Vinte anos depois foram reunidos os mesmos técnicos, locais e personagens reais para contar a sua história.
  • No total, o filme Cabra marcado para morrer recebeu doze prêmios.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]