Cacique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caciques caiapós

Cacique é a denominação tradicionalmente adotada na língua portuguesa para se referir aos chefes políticos ameríndios. O termo foi difundido por portugueses e espanhóis; a utilização europeia deste termo aruaque se deu pelo fato de os índios aruaques terem sido os primeiros povos ameríndios contatados pelos navegadores europeus do século XV.[1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo "cacique" é proveniente do idioma taino através do termo castelhano cacique.[2]

Diferentes denominações dos líderes indígenas americanos[editar | editar código-fonte]

Apesar do uso do termo "cacique" pelos colonizadores europeus em toda a América, cada grupo indígena de diferentes regiões do continente possuía uma denominação e concepção próprias para suas lideranças. Mburovixá é a denominação que os povos guaranis deram para seus líderes. Para os tupis, as denominações eram morubixaba, murumuxaua, muruxaua, tubixaba e tuxaua. Curaca era o termo usado para uma espécie de prefeito entre os povos incas de terras andinas no tempo da invasão promovida pela colonização europeia.

No Amazonas, tornou-se lendária a história do tuxaua Ajuricaba, da tribo dos Manaos, nomeado na galeria de 25 heróis nacionais brasileiros.[3]

Uso alternativo do termo[editar | editar código-fonte]

Tanto em Portugal como no Brasil, o termo "cacique" tornou-se, também, sinônimo de um líder partidário local que arregimenta votantes com base na troca de favores. Ou, alternativamente, um líder político que domina uma determinada região.

Referências

  1. Cacique.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 308.
  3. Nova Edição dos Construtores do Brasil.