Cambuí (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cambuí
""Pedaço mais feliz do Sul de Minas""
Vista parcial de Cambuí

Vista parcial de Cambuí
Bandeira de Cambuí
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 24 de maio
Fundação 24 de maio de 1892
Gentílico cambuiense
Prefeito(a) Dirceu Dias (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cambuí
Localização de Cambuí em Minas Gerais
Cambuí está localizado em: Brasil
Cambuí
Localização de Cambuí no Brasil
22° 36' 43" S 46° 03' 28" O22° 36' 43" S 46° 03' 28" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Pouso Alegre IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Camanducaia, Senador Amaral, Bom Repouso, Córrego do Bom Jesus, Consolação, Munhoz, Estiva, Itapeva[2]
Distância até a capital 420 km
Características geográficas
Área 242,859 km² [3]
População 26 491 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 109,08 hab./km²
Altitude 860 m
Clima Tropical de Altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,786 alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 302 042,922 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 11 585,84 IBGE/2008[6]
Página oficial

Cambuí é um município brasileiro do Estado de Minas Gerais. Sua população recenseada em 2010 era de 26.491 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Cambuí surgiu com as incursões dos bandeirantes paulistas que atravessavam a serra da Mantiqueira em busca de pedras preciosas. O local era um ponto de parada desses aventureiros, os quais estabeleceram seus ranchos e, posteriormente, fazendas ao longo do território do atual município.

Já no início do século XIX os Capitães Francisco Soares de Figueiredo[7] (segundo Bernardo Saturnino da Veiga em seu "Almanach" um português que, como afirma Levindo Lambert, havia vindo de Campanha-MG) e Joaquim José de Moraes (de origem paulista) resolveram obter a autorização civil e eclesiástica para a edificação de uma capela no então chamado "Cambuhy". Com o passar dos anos, e tendo em vista o crescimento do povoado, outra igreja foi construída onde atualmente se situa a atual matriz, sendo abandonado o Cambuí velho (como hoje se denomina) ao esquecimento.

Em 1850 a paróquia de Cambuí, a de Nossa Senhora do Carmo, é criada iniciando o processo de autonomia do lugar, independência que se consolida em 1892 com a emancipação do município.

Cambuí, embora situada em uma região montanhosa e de difícil acesso até 1930, quando foi aberta a primeira estrada, sempre teve uma vida cultural intensa, seja no teatro, na poesia ou na música. Abrigou, existindo menos de duzentas casas, duas bandas de música, regidas pelos Capitães da Guarda Nacional José Quintino da Fonseca e Antônio José de Brito Lambert (banda dos Quintinos e dos Lambert). Recentemente o "virado de banana", prato conhecido apenas no município, foi patenteado pela prefeitura.

Nasceram em Cambuí João Moreira Salles, precursor do UNIBANCO; o jornalista científico Ulisses Capozzoli e o historiador, advogado e farmacêutico Levindo Furquim Lambert, o qual foi autor da primeira obra literária acerca da história da cidade e Secretário Estadual da Educação de Minas Gerais durante o governo de Juscelino Kubitschek.

Localizada em região serrana, sua economia é principalmente comercial e agropecuária, contando ainda com ascendentes investimentos na área industrial, fomentados pela passagem da Rodovia Fernão Dias.

Localização[editar | editar código-fonte]

O município de Cambuí está a 151 quilômetros de distância da cidade de São Paulo e 420 quilômetros da capital do estado, Belo Horizonte.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A principal rodovia que corta o município é a Rodovia Fernão Dias BR 381. Outra importante rodovia é a MG-295.

Dados Geopolíticos[editar | editar código-fonte]

Região: Sul de Minas População: 26.491 habitantes Localização: Vale do Sapucaí Área do Município: 243,4 km² Densidade Demográfica: 84,09 hab/km² Altitude Média: 860m Altitude Máxima: 2050m Temperatura Média Anual: 19,2 °C Precipitação Média Anual: 1744,2mm

ÍNDICES:

Índice de Desenvolvimento Humano: 0,72 PIB: 90.526 mil. Renda per capita: R$ 3.776,63 Consumo Anual de Energia Elétrica: 25.465.861 kWh.

Relevo[editar | editar código-fonte]

Localizada na região da Mantiqueira, paralelo 22° 6´40´´latitude sul e meridiano 46°03´27´´ longitude oeste, possui uma altitude máxima de 2050m a mínima de 680m. Sendo a prefeitura da cidade localizada entre essas medidas, a 860 metros de altitude, no maciço da Serra da Mantiqueira. De topografia montanhosa e clima agradável, tropical de altitude, distante 150 km de São Paulo e 420 km de Belo Horizonte, a cidade apresenta um potencial turístico que pode ser explorado. Possui porções de Mata Atlântica e cachoeiras, sendo o principal ponto turístico a Cachoeira do Andorinhão. A Pedra de São Domingos, uma das mais famosas da região, que alcança 2050 metros de altitude, e é das únicas que se pode ir de carro até o topo, fica em Córrego do Bom Jesus, fronteiriço com Cambuí.

Educação[editar | editar código-fonte]

Sede do polo de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil em Cambuí

Ensino Superior[editar | editar código-fonte]

No município de Cambuí está sediado um polo de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil, onde são oferecidos cursos de graduação e pós-graduação na modalidade a distância pela Universidade Federal de Itajubá e pela Universidade Federal de Lavras.[8] E uma instituição particular,Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Cambui( ISEPEC)

Empresas[editar | editar código-fonte]

Cambuí tem uma emissora de TV, "TV Extremo Sul", duas emissoras de rádio, "Rádio Viva" e a "Rádio Cidade", um cinema, "Cine Cambuí", uma revista quinzenal, "Nova Enfoque" e também conta com três jornais impressos, o jornal semestral, "Tira-Prosa", o quinzenal "Gazeta do Vale" e o mensal "Folha Dinâmica", além de informativos, como o "Câmara em Ação" e o "Informativo Pascon". Cambuí tem um Hipermercado,que contém lojas tipo Ótica, Lotérica, Drogaria, telefonia e restaurante. Conta também com alguns outros supermercados, como o Supermercado 5 Irmãos. Em Cambuí também se encontra muitas fábricas como a Prevent Thierry do Brasil, Rhodes S/A, WiseCase Ind. e Com., Polibras, Ideal Work entre outras.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. Cambuí. Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Página visitada em 21 de junho de 2013.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. O Capitão Francisco Soares de Figueiredo era neto de Tomé João e de Maria de Figueiredo, esta irmã de Micaela de Figueiredo, mãe do Capitão-Mor José Álvares de Figueiredo, fundador de Boa Esperança. Também era sobrinho do Padre Manuel Caetano de Figueiredo, importante figura política da região da Campanha.
  8. Universidade Aberta do Brasil. Página visitada em 13 de agosto de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.