Cerco de Belgrado (1521)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cerco de Belgrado de 1521
Guerras otomano-húngaras
The Siege of Belgrade in 1521-Lokman.jpg
Gravura do Cerco de Belgrado de 1521 publicada em 1588
Data 25 de junho29 de agosto de 1521 (492 anos)
Local Belgrado
Desfecho Conquista da cidade pelos otomanos
Combatentes
Coat of arms of Hungary.svg Reino da Hungria Império Otomano Império Otomano
Comandantes
Mihály Móré
Balázs Oláh
Suleyman young.jpg
Solimão, o Magnífico
Forças
700 soldados sérvios e húngaros mais umnúmero indeterminado de civis da cidade 40 a 50 mil

O Cerco de Belgrado de 1521 teve lugar entre 25 de junho e 29 de agosto em Nándorfehérvár (nome antigo de Belgrado), hoje a capital da Sérvia, opondo as forças sitiantes do Império Otomano aos sitiados do Reino da Hungria e teve como consequência a integração da cidade no Império Otomano, além de ter contribuído decisivamente para a queda do Reino da Hungria.

Os otomanos comandados pelo sultão otomano Solimão, o Magnífico montaram um cerco à fortaleza húngara, sabotaram as muralhas com explosivos e sete dias de intensos bombardeamentos. A cidade foi depois assaltada e conquistada sem grande dificuldade e com poucas baixas humanas da parte dos atacantes.[1]

Após ser conquistada, Belgrado tornou-se uma importante base militar para outras operações otomanas na Europa e a sede do Paşalık (província governada por um paxá) de Belgrado. Durante o domínio otomano, a cidade tornou-se uma das maiores cidades da Europa.[2]

A conquista foi uma das principais causas que acabariam por conduzir à Batalha de Mohács, a qual marcou a derrota final do Reino da Hungria e a anexação dos seus territórios no Império Otomano.

A conquista de Belgrado está na origem de vários topónimos da a capital otomana, Istambul, como Belgrad Kapısı (Porta de Belgrado) e Belgrad Ormanı (Floresta de Belgrado).

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Foxe, John; Townsend, George. The acts and monuments of John Foxe: a new and complete edition: with a preliminary dissertation, by the Rev. George Townsend (em inglês). Londres: London Seeley, Burnside, and Seeley, 1846. p. 51-52. vol. IV. Página visitada em 29 de setembro de 2011.
  2. Razavi, Vahid. The Age Of Nepotism (em inglês). [S.l.: s.n.], 2009. 80 p. p. 23. ISBN 978-0615274331 Página visitada em 29 de setembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Arlinghaus, Sandra Lach. The Conquest of Belgrade, 1521 (em inglês). The Military Campaigns of Suleyman the Magnificent: Animation and Interaction as Space/Time Transformations (www-personal.umich.edu/~sarhaus/larimore02/). Universidade de Michigan. Página visitada em 30 de setembro de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.