Chrysalis Records

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Chrysalis Records é uma gravadora criada em 1969. O nome é uma junção do nome de seus fundadores, Chris Wright e Terry Ellis.

A Chrysalis foi formada através de um acordo com Island Records de Chris Blackwell, baseado no sucesso de bandas como Jethro Tull e Procol Harum, que eram promovidos pelo selo.

No final dos anos 70 sua a subsidiária 2Tone Records lançou grupos como The Specials, The Selecter, Madness e The Beat. Também propagou projetos experimentais como o influente Dub Housing, disco da banda pós-punk Pere Ubu.

Nos anos 80 a Chrysalis se colocou na frente do movimento britânico New Romantic, com bandas como Spandau Ballet e Ultravox (através do selo Reformation Records).

A Chrysalis Records foi vendida para a EMI em 1991 e atualmente é usada apenas para os lançamentos de Robbie Williams, com o catálogo e artistas como Starsailor realocados para outros selos da EMI. Em 2013 quase todo o catálogo da gravadora foi transferido para a Parlophone Records durante a aquisição desta pela Warner Music Group, exceto alguns artistas e bandas como Billy Idol e Blondie, cujos álbuns lançados na Chrysalis passaram a integrar o catálogo da Capitol Records, adquirida no mesmo ano pela Universal Music Group.

Artistas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]