Classe Oliver Hazard Perry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Navios da classe Oliver Hazard Perry.

A classe Oliver Hazard Perry de fragatas foi concebida pela Marinha dos Estados Unidos durante a década de 1970. Substituiram os contratorpedeiros da Segunda Guerra Mundial.

A classe foi baptizada em homenagem ao Comodoro Oliver Hazard Perry.

O primeiro navio a ter o seu baptismo de fogo foi o USS Stark, a 17 de Maio de 1987, no Golfo Pérsico, durante a Guerra Irão-Iraque, por um avião iraquiano. Nesse ataque, aparentemente acidental, morreram trinta e sete marinheiros norte-americanos, como num prelúdio à Operação Earnest Will, a escolta de petroleiros através do Golfo Pérsico. Em menos de um ano, a 14 de Abril de 1988, a fragata USS Samuel B. Roberts foi praticamente afundada por uma mina iraquiana. Não ocorreram baixas, embora tivessem de ser evacuados dez marinheiros. Os Estados Unidos retaliaram quatro dias depois, na Operação Praying Mantis, um ataque pontual às plataformas petrolíferas iraquianas que estavam a ser utilizadas como bases para raides contra os navios mercantes, como as operações de instalação de minas como as que danificaram o Roberts. Ambas fragatas foram reparadas nos estaleiros norte-americanos e retomaram ao serviço.

Especificações[editar | editar código-fonte]

  • Tipo: Fragata
  • Deslocamento: c. 4 100 tons
  • Dimensões: 136 m, 139 m nas unidades de casco longo
  • Armamento:

Fragatas da classe Oliver Hazard Perry[editar | editar código-fonte]

Danificada por uma mina, o USS Samuel B. Roberts é transportado pelo semi-subversível Mighty Servant 2 para Newport, Rhode Island.

Unidades norte-americanas[editar | editar código-fonte]

Unidades australianas[editar | editar código-fonte]

Unidades espanholas[editar | editar código-fonte]

O SPS Santa María (F81) espanhol.

Unidades Taiwanesas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]