Confederação Brasileira de Rugby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Confederação Brasileira de Rugby

CBRu 2.jpg

Fundação 20 de dezembro de 1972 (1963 para a União de Rugby do Brasil)
Filiação à IRB em 1995
Filiação à CONSUR em 1989
Presidente Sami Arap Sobrinho
Website brasilrugby.com.br

Seleção Masculina Adulta XV
Treinador Nova Zelândia Brent Frew
Seleção Masculina Adulta Sevens
Treinador Argentina Andrés Romagnoli
Seleção Feminina Adulta Sevens
Treinador Nova Zelândia Chris Neill


A Confederação Brasileira de Rugby é a entidade máxima do Rugby no Brasil. Ela foi fundada em 1972 com o nome de Associação Brasileira de Rugby.

A entidade tem a responsabilidade de organizar as competições de abrangência nacional como: o Campeonato Brasileiro de Rugby, a Copa do Brasil de Rugby e o Circuito Brasileiro de Rugby Sevens, também promovendo a formação das seleções brasileiras masculinas e femininas das duas modalidades de Rugby Union, o XV e o Rugby Sevens.

A Confederação organiza anualmente desde 2010 o Troféu Brasil Rugby, para homenagear aqueles que se destacaram ao longo do ano.

História[editar | editar código-fonte]

No dia 6 de outubro de 1963, foi fundada em São Paulo a URB (União de Rugby do Brasil), para organizar e difundir o esporte no país. Pelo número reduzido de equipes, organizadas apenas em São Paulo e no Rio de Janeiro e formadas em sua maioria por jogadores estrangeiros, os dirigentes da entidade não a regularizaram junto do Conselho Nacional de Desportos, permanecendo uma entidade não reconhecida oficialmente pelo órgão máximo do esporte nacional.

Em 20 de dezembro de 1972, a URB foi substituída pela ABR (Associação Brasileira de Rugby). O crescimento do rugby brasileiro de 1963 a 1972 não comportava mais a ausência do apoio financeiro e material dos órgãos esportivos municipais, estaduais e federais. Assim sendo, os dirigentes providenciaram junto ao Conselho Nacional de Desportos a legalização da entidade. Desta forma, a entidade ficou com a responsabilidade de organizar campeonatos nacionais e dar respaldo às competições estaduais que foram surgindo nos anos seguintes. Em 1964, logo após a fundação da URB, foi criado o Campeonato Brasileiro de Rugby, com o nome de Torneio Aberto de Rugby, do qual participavam clube de São Paulo e Rio de Janeiro. Apenas em 1977 o Rio de Janeiro passou a contar com três clubes, permitindo a criação do Campeonato Fluminense de Rugby. Com isso, no mesmo ano, o Campeonato Paulista de Rugby foi criado de forma separada do Campeonato Brasileiro de Rugby, garantindo a existência de competições diferentes em nível nacional e nos níveis estaduais.

A ABR também foi uma dos fundadoras da CONSUR (Confederação Sul-Americana de Rugby) em 1989. Em 1991 a ABR se filiou à FIRA (Federação Internacional de Rugby Amador), mas sua filiação ao IRB (International Rugby Board), entidade máxima que administra o rugby no mundo, só aconteceu em 1995.

No início de 2010, a Associação Brasileira de Rugby mudou seu nome para Confederação Brasileira de Rugby. A alteração aconteceu para a entidade se adequar à estrutura administrativa esportiva vigente no Brasil, facilitando o apoio recebido do COB (Comitê Olímpico Brasileiro). A transformação da Associação em Confederação se deu no momento que o Rugby Sevens foi incluído como esporte olímpicas, tendo sua estreia marcada para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

No ano de 2012, a CBRu formalizou um convênio técnico com a União de Rugby de Canterbury, uma das mais maiores uniões (federações) provinciais da Nova Zelândia, representada no Super Rugby pelo Crusaders, franquia mais vitoriosa da principal liga do hemisfério Sul. A partir desse momento, as seleções brasileiras passaram a ser comandadas por técnicos neozelandeses e uma viagem anual dos atletas das seleções brasileiras de sevens passou a fazer parte do cronograma de atividades.

Em 2013, a CBRu passou por uma importante reforma de estatuto e governança, tornando-se a primeira confederação esportiva brasileira a adotar um Conselho de Administração. Esse órgão é hoje presidido por Eduardo Silveira Mufarej.

Centro de Treinamento[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2011, foi inaugurada a Aldeia Tupi, o Centro de Treinamento oficial da CBRu para as seleções nacionais, localizado em São José dos Campos (SP).[1]

Federações estaduais de rúgbi vinculadas à CBRu[editar | editar código-fonte]


Presidentes[editar | editar código-fonte]

Presidente Período
Sydney Smith Junior 1973 - 1976
Michael Stewart Norris 1977 - 1978
Rômulo Mariano Carneiro da Cunha 1979 - 1983
Leon William Rheims 1984 - 1986
Luiz Eduardo de Magalhães Gouvêa Filho 1987 - 1992
Sérgio Rogério Cesário Costa 1993 - 1996
Jean Fraçois Teisseire 1997 - 2002
Roberto de Magalhães Gouvêa 2003 - 2008
Aluisio Dutra Júnior 2009
Sami Arap Sobrinho 2010 - 2016

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Portal do Rugby Conheça a Aldeia Tupi, o Centro de Treinamentos da CBRu. Acessado em 15/4/2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre Rugby é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.