Corridas com obstáculos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde março de 2011).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
A prova feminina nos campeonatos mundiais de Osaka 2007

As corridas com obstáculos são provas de atletismo que fazem parte do programa olímpico e consistem em corridas que têm no percurso barreiras que os atletas têm que saltar.

Tem como provas padrão 2000 metros com obstáculos e 3000 metros com obstáculos, sendo essa última uma prova olímpica masculina e feminina. Cada volta na pista terá 4 obstáculos e 1 fosso de água. No total o atleta terá que saltar 28 vezes sobre os obstáculos e 7 vezes sobre o fosso de água na prova de 3000 metros Na prova de 2000 metros os atletas terão que saltar 18 vezes sobre os obstáculos e 5 sobre o fosso.

Obstáculos[editar | editar código-fonte]

Os obstáculos possuem 91,4 cm para provas masculinas e 76,2 para provas femininas. A largura mínima dos obstáculos é de 3,94m. O obstáculo do fosso deve ter 3,66m de largura e deve ser fixado ao solo. As barras dos obstáculos terão que ser pintadas com faixas em branco e preto, ou em outras cores fortemente contrastantes. Cada obstáculos deverá pesar entre 80 kg e 100 kg.

O atleta não poderá passar por baixo dos obstáculos, ou passar pelo lado. Se isso ocorrer ele será desqualificado da prova.

O fosso tem 3,6 x 3,6 m de superfície e fundo inclinado, com profundidade máxima de 76 cm, que vai diminuindo gradualmente até atingir o nível da pista. Para passar pela da piscina, os corredores costumam se apoiar na barreira para tomar impulso, pulando o obstáculo.

Ver também[editar | editar código-fonte]