Creatinofosfoquinase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Creatina Kinase (CK), Creatinofosfoquinase ou Creatina Fosfoquinase (CPK) é uma enzima (EC 2.7.3.2)[1] presente em vários tecidos e tipos de célula. A CK catalisa a conversão da creatina e consome trifosfato de adenosina (ATP) para criar fosfocreatina (PCr) e difosfato de adenosina (ADP). Esta reação da enzima CK é reversível e, assim, o ATP pode ser gerado a partir de PCr e ADP[2] .

Em tecidos e células que consomem ATP rapidamente (músculo esquelético, cérebro, fotorreceptores da retina, células ciliadas do ouvido interno, espermatozóides e músculo liso) a fotocreatina serve como um reservatório de energia para regeneração rápida in situ, bem como para transporte de energia intracelular pelo circuito PCr[3] . Isso torna essa enzima importante para esses tecidos[4] .

Clinicamente, a Creatina Kinase é usada em testes de sangue como um marcador do infarto do miocárdio, rabdomiólise, distrofia muscular, inflamações musculares autoimunes e falência renal aguda.

Creatine kinase rxn.png

Referências

  1. ENZYME entry: EC 2.7.3.2 (em inglês)
  2. Goldblatt H. (August 1969). "The effect of high salt intake on the blood pressure of rabbits". Laboratory Investigation 21 (2): 126–8. PMID 5804623.
  3. (January 1992) "Intracellular compartmentation, structure and function of creatine kinase isoenzymes in tissues with high and fluctuating energy demands: the 'phosphocreatine circuit' for cellular energy homeostasis". The Biochemical Journal 281 (1): 21–40. PMID 1731757.
  4. (1994) "Creatine kinase in non-muscle tissues and cells". Molecular and Cellular Biochemistry 133–134: 193–220. DOI:10.1007/BF01267955. PMID 7808454.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.