Diagrama de Hommel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NFPA 704
NFPA 704.svg
1
2
2
W
Diamante de risco para o borohidreto de sódio

O diagrama de Hommel, mundialmente conhecido pelo código NFPA 704 — mas também conhecido como diamante do perigo ou diamante de risco —, é uma simbologia empregada pela Associação Nacional para Proteção contra Incêndios (em inglês: National Fire Protection Association), dos Estados Unidos da América. Nela, são utilizados quadrados que expressam tipos de risco em graus que variam de 0 a 4, cada qual especificado por uma cor (branco, azul, amarelo e vermelho), que representam, respectivamente, riscos específicos, risco à saúde, reatividade e inflamabilidade.

Quando utilizada na rotulagem de produtos, ela é de grande utilidade, pois permite num simples relance, que se tenha idéia sobre o risco representado pela substância ali contida.

Simbologia[editar | editar código-fonte]

Um recipiente de álcool etílico e outro de acetona contendo o diamante de risco NFPA 704. O recipiente contendo álcool possui no NFPA 704 o losango mostrando '0'. Atualmente, o diamante do perigo para o álcool etílico mostra '2' no losango de riscos a saúde.

As quatro divisões são normalmente codificadas por cores, com o azul indicando o nível de perigo para a saúde , vermelho indicando o nível de inflamabilidade , amarelo a reatividade e branco contendo códigos especiais para riscos exclusivos de cada composto.

Cada uma das cores é taxada em uma escala de 0 (sem risco; substância normal) a 4 (risco sério ou grave).

Risco à Saúde (Azul) Inflamabilidade (Vermelho)
0 Não apresenta riscos à saúde, não são necessárias precauções. (Ex. Água, Propilenoglicol) 0 Não irá pegar fogo. (Ex. Água, Hélio)
1 Exposição pode causar irritação, mas apenas danos residuais leves. (Ex. Acetona, Cloreto de Sódio) 1 Precisa ser aquecido sob confinamento antes que alguma ignição possa ocorrer. Ponto de fulgor por volta de 93°C (200°F) (Ex. Óleo Mineral)
2 Exposição prolongada ou persistente, mas não crônica, pode causar incapacidade temporária com possíveis danos residuais. (Ex. Éter etílico, Clorofórmio) 2 Precisa ser moderadamente aquecido ou exposto a uma temperatura ambiente relativamente alta antes que alguma ignição possa ocorrer. Ponto de fulgor entre 38°C (100°F) e 93°C (200°F) (Ex. Diesel)
3 Exposição curta pode causar sérios danos residuais temporários ou permanentes. (Ex. Amônia, Ácido sulfúrico) 3 Líquidos e sólidos que podem inflamar-se sob praticamente todas as condições de temperatura ambiente. Ponto de fulgor abaixo de 23°C (73°F) e com ponto de ebulição por volta ou acima de 38°C (100°F) ou com ponto de fulgor entre 23°C (73°F) e 38°C (100°F) (Ex. Etanol, Benzeno)
4 Exposição muito curta pode causar morte ou sérios danos residuais. (Ex. Cianeto de hidrogênio, Fosgênio) 4 Irá rapidamente vaporizar-se sob condições normais de pressão e temperatura, ou quando disperso no ar irá inflamar-se instantaneamente. Ponto de fulgor abaixo de 23°C (73°F) (Ex. Éter etílico)
Instabilidade/Reatividade (Amarelo) Risco Específico (Branco)
0 Normalmente estável, mesmo sob condições de exposição ao fogo, e não é reativo com água. (Ex. Água, Hélio) OX Oxidante (Ex. Perclorato de potássio)
1 Normalmente estável, mas pode tornar-se instável sob temperaturas e pressões elevadas. (Ex. Propano) W Reage com água de maneira incomum ou perigosa. (Ex. Sódio)
2 Sofre alteração química violenta sob temperaturas e pressões elevadas, reage violentamente com água, ou pode formar misturas explosivas com água. (Ex. Sódio, Ácido sulfúrico) SA Gás asfixiante simples (Ex. Hélio, Nitrogênio)
3 Capaz de detonar-se ou decompor-se de forma explosiva mas requer uma forte fonte de ignição, deve ser aquecido sob confinamento, reage de forma explosiva com água, ou irá explodir sob impacto. (Ex. Nitrato de amônio, Nitrometano)    
4 Instantaneamente capaz de detonar-se ou decompor-se de forma explosiva sob condições normais de temperatura e pressão. (Ex. Nitroglicerina, Trinitrotolueno)    
Um diamante de risco de um prédio particularmente perigoso.

Símbolos não padronizados[editar | editar código-fonte]

Ou, para ser mais especifico: ACID - Acido forte ou ALK - Base forte;

Referências[editar | editar código-fonte]

  • ALBERGUINI, Leny Borghesan A. et al - ¨Tratamento de Resíduos Químicos-Guia Prático para a Solução dos Resíduos Químicos em Instituições de Ensino Superior¨, Edição/reimpressão: 2007, São Carlos, Editoria RIMA, v.1, 104 p.ISBN: 9788576560814
  • PEREIRA, Diego Xavier. O Guia Prático de Química Ilustrado. Lorena:Escola de Engenharia de Lorena - USP. 2006. Pp. 10-11 e 12.
  • SASSIOTTO, Maria Lúcia Passarelli. Manejo de Resíduos de Laboratórios Químicos em Universidades - Estudo de Caso do Departamento de Química da UFSCAR. São Carlos:Universidade Federal de São Carlos. 2005.
  • (em inglês) University of Oregon Chem Labs - Sistema de Identificação de Risco NFPA

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.