Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência
Ordem Avis.svg

D. Duarte de Portugal (Lisboa, 7 de Outubro de 1515Lisboa, 20 de Setembro de 1540), Infante de Portugal, foi filho do rei D. Manuel I e Maria de Aragão.

Em 23 de Abril de 1537 casou-se com sua prima (em segundo grau) D. Isabel de Bragança, filha do duque D. Jaime de Bragança. Nessa ocasião, D. Teodósio I, 5º Duque de Bragança e 3º Duque de Guimarães, cedeu, como dote, à noiva sua irmã, o ducado de Guimarães, pelo que o Infante D. Duarte foi reconhecido, por alvará do rei D. Manuel I de 1537, como 4º Duque de Guimarães.

Na escritura de casamento ficou estipulado que, se desse casamento não houvesse descendência, o ducado de Guimarães seria devolvido à Casa de Bragança.

D. Duarte morreu jovem, apenas com 25 anos de idade, e foi sepultado no Mosteiro dos Jerónimos.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com D. Isabel, filha de Jaime, Duque de Bragança, nasceram três filhos, o último dos quais (Duarte II) nasceu póstumo:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Brasão do Infante Duarte I, 4º Duque de Guimarães.
  • "Nobreza de Portugal e do Brasil" – Vol. I, pág. 651. Publicado por Zairol Lda., Lisboa 1989.
Precedido por
Teodósio I de Bragança, 3.º Duque de Guimarães
Armas Inf Duarte Duque Guimaraes.jpg
Duque de Guimarães

1537—1540
Sucedido por
Duarte II, 5º Duque de Guimarães
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.