El Calafate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Argentina El Calafate  

El Calafate
—  Província  —
ElCalafate-AvenidaSanMartin.jpg
El Calafate está localizado em: Argentina
El Calafate
Localização de El Calafate na Argentina
50° 20' S 72° 18' O
Província Santa Cruz
População
 - Total 12,500
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)

El Calafate é uma pequena cidade localizada na província de Santa Cruz, Argentina próxima a fronteira com o Chile com aproximadamente 5.500 habitantes, distante cerca de 270 Km da capital provincial: Rio Gallegos.

É a cidade mais próxima ao Parque Nacional Los Glaciares, a cerca de 80 quilômetros, onde localiza-se a maior geleira em extensão horizontal do mundo: Glaciar Perito Moreno que encontra-se constantemente em evolução com diminuição de sua área devido ao aquecimento global. Também próxima de outra importante geleira: Glaciar Upsalla.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome El Calafate vem do arbusto Berberis microphylla que nasce na região e produz uma pequena fruta da qual se fazem doces e geléias.

Características[editar | editar código-fonte]

É uma pequena cidade em franco desenvolvimento turístico, oferecendo boa estrutura hoteleira, um aeroporto moderno e ótima opções de turismo. Suas estradas são muito boas, sinalizadas, porém de pouco movimento. El Calafate possui clima frio, com média anual de sete graus, temperaturas máximas por volta dos treze graus e mínimas por volta dos dez abaixo de zero. Na região habitam exemplos extraordinários da fauna como o zorrino patagônico (como um gambá de faixa branca nas costas), o huemul (cervo), águia Mora, patos dos torrentes, cauquenes, entre outros.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A maior atração é o extraordinário Parque Nacional Los Glaciares, fundado em 1937 e declarado patrimônio da humanidade em 1981. Possui extensão de 725 mil hectares. Nele se localizam os glaciares Perito Moreno, Upsala, O'nelli, Spegazzinni, entre outros. São imponentes sentinelas de neve depositados por séculos em suas origens, no alto da cordilheira dos Andes. Descem por extensões de que chegam a 170 km. São formados basicamente de neve compactada, possuindo milhares de nuances do branco ao azul. Na sua maioria, terminam no lago Argentino, onde se fragmentam desde farelo de gelo à grandes icebergs, descendo lentamente o leito do lago até seu derretimento. Os glaciares movem-se até um metro por dia, atritando-se violentamente com o terreno, moldando-o e lançando no lago sedimentos finissimos,que ficam em suspensão na água, formando o leite dos glaciares.

O glaciar Perito Moreno, principal atração turística de El Calafate
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Argentina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.