Fernanda Serrano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernanda Serrano
Nascimento 15 de Novembro de 1973 (40 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Actriz, dobradora e modelo
Cônjuge Pedro Miguel Ramos 2004 - presente
IMDb: (inglês)


Fernanda Serrano (Lisboa, 15 de Novembro de 1973) é uma actriz, dobradora e modelo portuguesa. Modelo desde os quinze anos de idade, estreia-se em 1996 como actriz ao participar, em Barcelona, na longa-metragem Muere, Mi Vida. Torna-se conhecida por ser protagonista em diversas telenovelas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fernanda Serrano nasceu na cidade de Lisboa, a 15 de Novembro de 1973. Em jovem cantou numa banda de rock e fez parte de um grupo no liceu chamado KGB (Klube Geral da Borga). Aos 15 anos os amigos inscreveram-na num concurso de moda, e é então que Fernanda entra para a agência de modelos "Perfil 35". Foi em 1994 que recebeu um convite da agência "Look Elite", actual "Elite Models", e foi a partir que seguiu a carreira de modelo. Estava a meio ano do curso de Tradutores/Intérpretes, na Universidade Autónoma de Lisboa, quando decidiu interromper os estudos para viajar para Barcelona onde trabalhou como manequim, durante seis meses. Foi nessa altura que surgiu a oportunidade de fazer um casting para a longa-metragem "Muere Mi Vida", de Mar Tangariona, tendo conseguido um dos papéis principais[1] .

Regressou a Portugal já como actriz, e foi em meados de Setembro de 1995 que ouviu falar numas audições para um concurso de televisão, e foi quando decidiu enveredar por uma carreira de apresentadora. Foi escolhida então para a apresentação do programa "Noite de Reis", na RTP e "Olhó Vídeo", na TVI.

Apesar de tudo, não pôs de lado a representação e enviou currículos para a NBP, tendo acabado por ficar com um papel principal na telenovela "A Grande Aposta" (1997), de Tozé Martinho. Depois fez parte do elenco de luxo da telenovela "Os Lobos" e, a par disso, em 1999, integra o elenco da série de sucesso "Jornalistas". Nesse mesmo ano, estreou-se na produção cinematográfica portuguesa no filme "Jaime", de António Pedro Vasconcelos, onde mereceu o papel da protagonista e ainda contracenou com Alexandra Lencastre no telefilme da SIC "Passeio no Parque"[1] .

Integrou também o elenco dos telefilmes Teorema de Pitágoras, de Gonçalo Galvão Telles (2000) e Um Passeio No Parque, de Marie Brand (2000), além de diversas séries e novelas[2] [3] .

É então nas novelas que ganha protagonismo, tendo integrado o elenco de protagonistas nas telenovelas "Queridas Feras", em 2004; "Dei-te quase tudo", em 2006; "Jardins proibidos", em 1999; "A grande aposta", em 1997 e "Os lobos" em 1998. Destaca-se nas novelas "Jardins Proibidos" e "Filha do Mar" , escritas por Manuel Arouca(TVI), "Queridas Feras", "Amanhecer" de Tozé Martinho também para a TVI, e "Tu e Eu", em 2007[1] .

Foi após Tu e Eu, que Fernanda Serrano começou a sair do ecrã televisivo, devido, primeiramente, à chegada do seu segundo filho, segundo, ao cancro da mama, que acabou por vencer, e terceiro, a uma nova gravidez, desta vez de risco, uma vez que engravidou logo após aos tratamentos.Converteu-se ao Catolicismo em 2009, sendo baptizada aos 35 anos[1] .

Regressa à TVI e para festejar o seu regresso assina contrato com a estação televisiva, e integra o protagonismo de "Sedução", no papel de Júlia, a vilã da história[2] [3] . Protagonizou Violeta em “Louco Amor”, e pode ser vista como "Camila Andrade" em "Mulheres", ambas na TVI[4] . Em Maio de 2013, lança o Livro "Também há finais felizes" onde revela, surpreendendo, que foi vítima de neglicência médica. No teatro, participou na peça Partitura Inacabada de Anton Tchekhov, encenado por Paulo Matos, no Teatro da Trindade. Em 2005 integrou Confissões das Mulheres de 30, no Teatro Armando Cortez. Voltou esporadicamente ao cinema, com os filmes A Bomba (2002) e O Julgamento (2007) de Leonel Vieira e Jaime, de António Pedro Vasconcelos (1999)[2] [3] .

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Filha única de Ercília e Jaime Serrano, Fernanda é casada com o apresentador Pedro Miguel Ramos, desde Agosto de 2004. Têm três filhos: Pedro Manuel Santiago (4 Março 2005), Laura (18 Dezembro 2007) e Maria Luísa (8 Junho 2009).

Televisão[editar | editar código-fonte]

RTP[editar | editar código-fonte]

SIC[editar | editar código-fonte]

TVI[editar | editar código-fonte]

Dobragens[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • Filipa em "A Casa das Mulheres"
  • Não Desistas de Mim
  • Julgamento (2007)
  • A Bomba (2002)
  • O Canalizador (2001) (TV)
  • Teorema de Pitágoras (2001)
  • Rita em "Um passeio no Parque" (2000)
  • Jaime (1999)
  • Cristina em "Mor, vida meva" (1996)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Fernanda Serrano (em inglês) no Internet Movie Database

Referências

  1. a b c d Webs. Fernanda Serrano Biografia. Página visitada em 06 de Agosto de 2012.
  2. a b c Sapo Cinema (24 de Novembro de 2009). Fernanda Serrano Biografia. Página visitada em 06 de Agosto de 2012.
  3. a b c Fashion Sapo. Fernanda Serrano no Fashion Sapo. Página visitada em 06 de Agosto de 2012.
  4. Activa (09 de Fevereiro de 2012). Fernanda Serrano arrasa em “Louco Amor”. Página visitada em 06 de Agosto de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.