François Mauriac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
François Mauriac Medalha Nobel
Nascimento 11 de Outubro de 1885
Bordéus
Morte 1 de Setembro de 1970 (84 anos)
Paris
Nacionalidade França Francês
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Literatura (1952)

François Charles Mauriac (Bordéus, 11 de Outubro de 1885Paris, 1 de setembro de 1970) foi um escritor francês.

Foi laureado com o prêmio Nobel de Literatura de 1952, em reconhecimento "à profunda impregnação espiritual e artística com que seus romances penetraram o drama da vida humana". Educado em sua cidade natal, na escola "Des Marianistes" e no liceu Grand-Lebrun, de formação católica, Mauriac refletirá em sua obra a influência de Pascal e Francis Jammes, um conflito trágico entre o amor da religião e as tentações. Sobre ele disse Otto Maria Carpeaux: "Mauriac é um mestre: ninguém negará este título ao autor de numerosos romances tão fascinantes como "Thérèse Desqueyroux" e "Le Noeud de Vipères", que desnudam com força incomparável as almas pecadoras (...) ele é assim "o maior representante do romance psicológico da tradição francesa".

Iniciou sua carreira em 1909, com um livro de poemas ("Les Mains Jointes"). Publicou estudos biográficos e críticos, colaborou também em revistas e jornais franceses, tendo mantido por muitos anos seu "Bloc Notes", coluna publicada inicialmente no jornal "La Table ronde", depois no "Le Figaro", e a partir de 1955 na revista "L'Express". François Mauriac entrou para a Academia Francesa de Letras, em 1933, ocupando a cadeira 22.

Entre suas obras de cunho crítico se encontra um famoso ensaio contra a pena de morte, que levou a uma coleta de assinaturas pelo fim da pena de morte na França, após a Segunda Guerra Mundial. Albert Camus, entre outros, participaram assinando a petição.

Obras[editar | editar código-fonte]

Romance[editar | editar código-fonte]

  • La Robe prétexte, 1914
  • Le Baiser aux lépreux ("O Beijo no Leproso"), 1922
  • Genitrix, 1923
  • Le Désert de l'amour, 1924 (Grande prêmio de romance da Academia francesa)
  • Thérèse Desqueyroux, 1927
  • Ce qui était perdu, 1930
  • Le Nœud de vipères ("O Ninho de Víboras"), 1932
  • Le Mystère Frontenac, 1933
  • La Fin de la nuit, 1935
  • La Pharisienne, 1941
  • Le Sagouin, 1951
  • L'Agneau, 1954]
  • Un adolescent d'autrefois, 1969
  • Mémoires intérieurs, 1985

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Asmodée, 1938
  • Les Mal Aimés, 1945
  • Passage du malin, 1948
  • Le Feu sur terre, 1951

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre François Mauriac
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: François Mauriac


Precedido por
Pär Lagerkvist
Nobel de Literatura
1952
Sucedido por
Winston Churchill


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

]