Shmuel Yosef Agnon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shmuel Yosef Agnon Medalha Nobel
Nascimento 17 de Julho de 1888
Buchach
Morte 17 de Fevereiro de 1970 (81 anos)
Rehovot
Nacionalidade Israel Israelense
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Literatura (1966)

Shmuel Yosef Agnon, nascido Shmuel Yosef Czaczkes (Buchach, 17 de Julho de 1888Rehovot, 17 de Fevereiro de 1970), foi um escritor israelense.

Foi o primeiro israelense a receber o Nobel de Literatura, em 1966, juntamente com Nelly Sachs.

Uma das figuras centrais da moderna ficção israelita, Agnon nasceu em Buczacz, então pertencente ao Império Austro-Húngaro na Galícia (hoje parte da Ucrânia), mais tarde imigrou como sionista para a Palestina, e faleceu em Jerusalém em 1970. A sua obra lida com o conflito entre a vida e linguagem judaica tradicional e o mundo moderno, e a tentativa de recapturar as tradições em extinção do shtetl europeu. Em termos gerais, a sua criação também contribuiu para a delineação do caracter do narrador na literatura moderna.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Michail Sholokhov
Nobel de Literatura
1966
com Nelly Sachs
Sucedido por
Miguel Ángel Asturias


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.