Franz Kneisel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Franz Kneisel (26 de Janeiro de 1865 - 26 de Março de 1926) foi um violinista, maestro e professor estadunidense.

Franz nasceu em Bucareste, ele aprendeu a tocar flauta, clarinete e trompete como também violinio. Após formar-se no Conservatório de Bucareste em 1879, ele foi para Viena, onde ele continuou seus estudos com Jakob Grün e Joseph Hellmesberger até 1882. Ele fez sua estréia como solista em Viena no fim de 1882. No próximo ano ele tornou-se maestro do Hoftheater e em 1884 ele foi para Berlin para ser maestro da Bilsesche Kapelle. Em Outubro de 1885 ele foi engajado, por Wilhelm Gericke, como maestro da Orquestra Sinfônica de Boston. Pelos próximos vinte anos ele foi concertmaster e maestro assistente, ele apareceu como solista em muitos concertos em estréias estadunidenses de concertos de Brahms e Karl Goldmark, como a estréia do Concerto Nº1 para Violino de Gustav Strube.

Kneisel foi por muitos anos associado com o Festival Worcester em Massachusetts, primeiramente como concertmaster e assistente de maestro (de 1885 até 1896) e como maestro (de 1897 até 1909). Em 1905 ele mudou-se para Nova Ioque para tornar-se o primeiro violinista do recém estabelecido Instituto de Arte Musical (atual Escola de Música Juilliard), onde ele permaneceu até sua morte.

Kneisel foi o professor do grande violinista estadunidense e pedagogo Joseph Fuchs.

Sua filha Marianne (10 de Março de 1897 - 04 de Março de 1972) foi uma violinista estadunidense e esposa de Felix P. Kahn (25 de Janeiro de 1873 - 25 de Julho de 1950).

Referências[editar | editar código-fonte]

  • M.A.De W. Howe: The Boston Symphony Orchestra: an Historical Sketch (Boston, 1914, enlarged 2/1931/R with J.N. Burk as The Boston Symphony Orchestra 1881–1931) M.D.H. Norton: ‘Franz Kneisel’, The Violinist, xxxviii (1926), 154 R. Aldrich: ‘Franz Kneisel’, Musical Discourse (New York, 1928), 226 B. Schwarz: Great Masters of the Violin (New York, 1983) STEVEN LEDBETTER