Fundação Cacique Cobra Coral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC) é uma fundação pseudocientífica brasileira, com sede em Guarulhos (SP),[1] [2] conhecida por manter contratos com o Estado brasileiro para intervir misticamente no tempo para não atrapalhar a realização de eventos.[3] [4]

A Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC) já manteve contrato com o Município de São Paulo, mas este foi cancelado.[5]

Mantém contrato com o Município do Rio de Janeiro desde 2001, durante o mandato do prefeito César Maia, que foi renovado por seu sucessor, Eduardo Paes, em março de 2010.[6] [7]

Em 2009, a médium Adelaide, que preside a Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC), foi convocada pela Prefeitura do Rio de Janeiro para usar seus supostos poderes para evitar a chuva prevista para o Reveillon de Copacabana[8] .

O escritor Paulo Coelho foi vice-presidente da Fundação entre 2004 e 2006.[9]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]