Günther von Mannagetta und Lërchenau Beck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Günther von Mannagetta und Lërchenau Beck (Bratislava (antiga Pressburg), 25 de agosto de 1856Praga, 23 de junho de 1931) foi um botânico alemão.[1]

Foi diretor do departamento de botânica do Museu de História Natural de Viena. Foi igualmente professor da Universidade de Viena e da Universidade de Praga de 1899 a 1921.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Flora von Niederösterreich (1890-1893) ;
  • Die Vegetationsverhältnisse der illyrischen Länder begreifend Südkroatien, die Quarnero-Inseln, Dalmatien, Bosnien und die Hercegovina, Montenegro, Nordalbanien, den Sandzak Novipazar und Serbien (1901) ;
  • Hilfsbuch für Pflanzensammler (1902) ;
  • Flora Bosne, Hercegovine i Novipazarskog Sandzaka (três volumes, 1903-1927) ;
  • Grundriß der Naturgeschichte des Pflanzenreiches, (1908).

Também contribuiui em "Die natürlichen Pflanzenfamilien: Orobanchaceae" (1895) editado por Heinrich Gustav Adolf Engler (1844-1930) e por Karl Anton Eugen Prantl (1849-1893).

Beck também participou da revisão das plantas carnívoras do gênero Nepenthes,.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Brummitt RK; Powell CE. (1992). Authors of Plant Names. Royal Botanic Gardens, Kew. ISBN 1-84246-085-4.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.