História natural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tabela de história natural. Cyclopaedia de Ephraim Chambers, 1728

História natural é um termo genérico para o que é hoje geralmente visto como um conjunto variado de disciplinas científicas distintas. A maior parte das definições inclui o estudo das coisas vivas (ex: biologia, incluindo botânica e zoologia), enquanto que outras definições estendem o conceito até incluir a geografia, paleontologia, a ecologia ou a bioquímica, bem como partes da geologia e da física e até mesmo da meteorologia. A uma pessoa interessada em história natural chama-se naturalista.[1]

Nos séculos XVIII e XIX, o termo história natural era usado com frequência, a fim de designar todos os estudos científicos, contrapondo-os à história política ou eclesiástica. Assim, a área que abrangia incluía todos os aspectos da física, da astronomia, da arqueologia etc. Ainda se encontra este uso nos nomes de algumas instituições, como o Museu de História Natural, em Londres, o Museu Nacional de História Natural (parte da Smithsonian Institution) em Washington, DC, o Museu Americano de História Natural em Nova Iorque (que também publica uma revista chamada Natural History), etc.[2]

Referências

  1. Natural History WordNet Search, princeton.edu.
  2. Brown, Lesley (1993), The New shorter Oxford English dictionary on historical principles, Oxford [Eng.]: Clarendon, ISBN 0-19-861271-0 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Allen, David Elliston (1994), The Naturalist in Britain: a social history, New Jersey: Princeton University Press, pp. 270, ISBN 0-691-03632-2 
  • Liu, Huajie (2012), Living as a Naturalist, Beijing: Peking University Press, pp. 363, ISBN 978-7-301-19788-2 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Ciência (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.