Garcia de Meneses, bispo de Évora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Garcia de Meneses)
Ir para: navegação, pesquisa

D. Garcia de Meneses (Palmela, ?? — 1484), foi um religioso português, bispo de Évora.

Era filho de D. Duarte de Meneses, primeiro capitão de Alcácer Ceguer, cedo se familiarizou com a vida das armas. Ao mesmo tempo tornou-se um humanista, que Roma admirou ao pronunciar em latim uma alocução perante o Papa.

À frente da Sé eborense desde 1471, ao serviço de D. Afonso V bateu-se na Batalha de Toro (1476) e realizou uma desastrosa incursão em Castela, caindo prisioneiro em Albuera, Mérida (1479). Em 1480 comandou uma esquadra portuguesa que aportou a Óstia, correspondendo ao apelo de Sisto IV.

Ao passar em Roma, no ano seguinte, conseguiu ser nomeado assistente ao sólio pontifício e administrador perpétuo da diocese da Guarda.

Em 1484 envolveu-se na conspiração do duque de Viseu contra D. João II. Encerrado no Castelo de Palmela, faleceu, ao que se supõe, envenenado.

Precedido por
Álvaro Afonso
Brasão episcopal
Bispo de Évora

14711484
Sucedido por
Afonso de Portugal
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.