Glândula pré-orbital

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glândula pré-orbital
Gray897.png
Macho juvenil de veado-vermelho (Cervus elaphus).
Rothirsch Spießer Auge 2007-08-16 131.jpg
Latim glandula praeorbitalis
Gray assunto #227 1028
Vascularização artéria lacrimal
Inervação nervo lacrimal, nervo zigomático
MeSH Apparatus Lacrimal Apparatus

A glândula pré-orbital é uma glândula exócrina par encontrada em muitas espécies de ungulados, homóloga à glândula lacrimal humana. Essas glândulas são fendas de cor azul a preta, perto de porções de pele nua se estendendo a partir do canto interno do olho. Ela é uma combinação de glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas, e secreta feromônios e outros componentes.[1] Ungulados frequentemente depositam essas secreções em galhos como forma de comunicar-se com outros animais.[2] [3]

Essa glândula possui diferentes funções em diferentes espécies. Secreções contendo feromônios podem servir para estabelecer dominância,[4] marcar território, ou simplesmente para produzir uma sensação agradável ao animal.[5] Devido ao seu papel crucial na marcação de cheiro, ela é considerada uma glândula odorífera.

Referências

  1. Rue III, LL. The deer of North America. Guilford, Connecticut: Lyons Press, 2004. 114–24 pp. ISBN 1-59228-465-5
  2. Albone, ES. Mammalian semiochemistry: the investigation of chemical signals between mammals. New York: John Wiley and Sons, 1984. 74–134 pp. ISBN 978-0471102533
  3. Burger, BV. The chemistry of pheromones and other semiochemicals II. Berlin: Springer-Verlag, 2005. 231–78 pp. vol. 240. ISBN 3-540-21308-2
  4. Kile, TL. (1977). "White-tailed deer rubs and scrapes: spatial, temporal and physical characteristics and social role". The American Midland Naturalist 97 (2): 257–66. DOI:10.2307/2425092.
  5. Understanding deer glands Hunting Network, LLC (2012). Visitado em 2012-05-21.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.