Grégoire Bouillier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Grégoire Bouillier (Tizi-Ouzou, 22 de junho de 1960) [1] é um escritor francês.

Dados biográficos[editar | editar código-fonte]

Nascido na Argélia, vive e trabalha em Paris. Depois de exercer vários ofícios (foi pintor, radialista, técnico de som de uma companhia de dança, entre outros) tornou-se jornalista, escrevendo para uma agência de notícias [2] e depois, publicando textos em revistas literárias francesas (L'Infini, NRV etc.). Em 2002, seu primeiro livro, Rapport sur moi, obteve o Prix de Flore. Segundo a crítica, o livro marca uma renovação do gênero relato autobiográfico,[3] [4] dentro da tendência contemporânea de espetacularização da intimidade e à encenação pública do eu.[5]

Seu segundo livro L'invité mystère, publicado em 2004, refere-se ao seu romance com a artista plástica Sophie Calle. Na mesma época do lançamento do livro, esta produziu a obra Cuide-se, a partir de um e-mail que lhe fora enviado por Bouiller, rompendo a relação.[6]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Rapport sur moi, 2002 (Prix de Flore)
  • L'invité mystère, 2004 (mettant en scène notamment Sophie Calle)
  • Cap Canaveral, Allia, 2008

Em português[editar | editar código-fonte]

  • O convidado surpresa. Trad.: Paulo Neves. Cosac Naify, 2009.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.