Heather O'Rourke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Dezembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Heather Michelle O'Rourke
Nome completo Heather Michelle O'Rourke
Nascimento 27 de dezembro de 1975
San Diego, California
 Estados Unidos
Morte 1 de fevereiro de 1988 (12 anos)
San Diego, California
 Estados Unidos
Ocupação Atriz
IMDb: (inglês)


Heather Michele O'Rourke (San Diego, 27 de dezembro de 19751 de fevereiro de 1988) foi uma atriz mirim estadunidense, conhecida pelo papel de Carol Anne Freeling na trilogia dos filmes "Poltergeist".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Kathleen O'rourke e Michael O'rourke, Heather O'Rourke começou sua carreira aos 5 anos de idade. Fez participações em diversas séries de tv incluindo "Happy Days", e também em diversos comerciais do McDonald's, mas ficou conhecida mundialmente pelo filme "Poltergeist - O Fenômeno" onde atuou nas três sequências do filme. Heather também tinha uma irmã, Tammy O'rourke, que também era atriz.

Morte[editar | editar código-fonte]

Heather O'Rourke faleceu no Hospital Infantil de San Diego pouco depois do lançamento do terceiro filme da série Poltergeist, em 01 de Fevereiro de 1988, aos 12 anos.

Heather já sofria de problemas de saúde quando estava filmando "Poltergeist III - O Capítulo Final", que foi o último filme da série. Ela adoeceu de forma trágica alguns dias antes de morrer. Numa manhã ela estava se arrumando para ir ao hospital, mas ela caiu inconsciente. Seu padrasto então chamou os médicos e Heather foi levada para o hospital em estado grave. Ela morreu na mesa de operações às 14h33m. Os médicos não conseguiram identificar o motivo da doença a tempo de salvar a jovem garota. Somente depois de Heather estar falecida foi descoberto que a doença se tratava de um bloqueio intestinal. Uma cirurgia teria resolvido o problema e salvado a vida da promissora atriz.

A confusão fatal se deu por causa de um erro médico anterior. No início de 1987, Heather havia sido diagnosticada equivocadamente como sendo vítima da Doença de Crohn e esteve, assim, recebendo tratamento por cerca de um ano para controlar uma doença crônica e incurável que, na realidade, ela nunca teve. A autópsia viria a revelar que a causa da obstrução que lhe tirou a vida era uma estenose congênita, algo que seria extremamente mais simples de se tratar e curar se comparado à Doença de Crohn,que costuma perdurar por toda a vida do paciente. A cirurgia de emergência, que buscava amenizar as consequências de uma doença que nunca existiu em Heather, foi feita sob o impacto da obstrução intestinal, o que acabou por provocar-lhe um Choque séptico fatal.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.