Hibiscus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaHibiscus
Hibiscus sp.

Hibiscus sp.
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malvales
Família: Malvaceae
Género: Hibiscus
Espécies
Ver texto
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies
Hibiscus syriacus
Hibiscus moscheutos

Hibiscus L. é um gênero botânico, com cerca de 300 espécies, inserido na família das Malvaceae, com flores e folhas exuberantes. Devido à nova taxonomia pela filogenética (Angiosperm Phylogeny Group), muitas espécies que pertenciam a esse gênero estão migrando para outros gêneros. Por exemplo: Hibiscus esculentus L., a planta do quiabo, agora é Abelmoschus esculentus (L.) Moench. O cultivo dos exemplares do gênero, tanto ornamental como econômico, está disseminado nas regiões subtropicais e tropicais, cuidando para não sofrerem com geadas e temperaturas baixas constantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Hibiscus significa Ísis (deusa egípcia), em grego.

Sinonímia[editar | editar código-fonte]

Espécies[editar | editar código-fonte]

Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal este género está representado por 2 espécies, presentes em Portugal Continental, a primeira nativa, a segunda introduzida:[1]

Classificação do gênero[editar | editar código-fonte]

Sistema Classificação Referência
Linné Classe Monadelphia, ordem Polyandria Species plantarum (1753)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sequeira M, Espírito-Santo D, Aguiar C, Capelo J & Honrado J (Coord.) (2010). Checklist da Flora de Portugal (Continental, Açores e Madeira). Associação Lusitana de Fitossociologia (ALFA).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Malvales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.