I Could Go on Singing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Judy Garland in I Could Go On Singing trailer 2.jpg

I Could Go on Singing (br: Na Glória da Amargura) é um filme norte-americano de 1963, do gênero drama, dirigido por Ronald Neame.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

É o último filme de Judy Garland. Como Jenny Bowman, ela é uma famosa cantora que vai a Londres para uma temporada e também para reencontrar um médico com quem teve um romance (Dirk Bogarde) e reivindicar a posse do filho que vive com ele há vários anos. É a luta de uma artista para conciliar a vida privada com a profissional. Um filme dramático e verdadeiro.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Judy Garland in I Could Go On Singing trailer 1.jpg
Ator/Atriz Personagem
Judy Garland Jenny Bowman
Dirk Bogarde David Donne
Jack Klugman George Kogan
Gregory Phillips Matt
Aline MacMahon Ida
Pauline Jameson Miss Plimpton
Jeremy Burnham Cirurgião do Hospital
Lorna Luft Menina no barco
Joey Luft Garoto no barco

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  • I Could Go On Singing (Harold Arlen e E.Y. Harburg)
  • Hellow Bluebird (Cliff Friend)
  • It Never Was You (Kurt Weill e Maxwell Anderson)
  • By Myself (Arthur Schwartz e Howard Dietz)
  • I Am The Monarch Of The Sea (W. S. Gilbert e Arthur Sullivan)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]