Jean Cruveilhier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Cruveilhier
(1791-1874)
medicus Francicus
Data de nascimento 9 de Fevereiro de 1791
Local de nascimento Limoges,  França
Data de falecimento 7 de março de 1874
Local de falecimento Sussac,  França
Ocupação Médico, anatomista e patologista francês.
Alma mater Universidade de Paris

Jean Cruveilhier (Limoges, 9 de fevereiro de 1791  — Sussac, 7 de março de 1874) foi um médico, anatomista e patologista francês. Foi professor de anatomia da Universidade de Paris.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Limoges em 1791 e foi educado na Universidade de Paris, onde em 1825 se tornou professor de anatomia. Em 1836 tornou-se o primeiro a ocupar a recem fundada cadeira de anatomia patológica. Morreu em Sussac em 1874.

Em 1816 recebeu seu diploma de Doutor em Medicina pela Universidade de Paris, onde em 1825 foi sucessor de Pierre Augustin Béclard (1785-1825)[1] como professor de anatomia. Em 1836 ele abandonou a cadeira de anatomia em favor de Gilbert Breschet (1784-1845)[2] , e se tornou o primeiro a ocupar a recem fundada cadeira de anatomia patológica. Em 1836 foi eleito para a Académie de Médecine, tornando-se seu presidente em 1839. Por mais de quarenta anos ele foi presidente da Société anatomique. Líder da pró-independência porto-riquenha, cirurgião e laureado da Legião de Honra, Ramón Emeterio Betances (1827-1898)[3] foi um dos seus alunos mais proeminentes.

Cruveilhier foi um anatomista muito influente, e fez importantes contribuições em seus estudos envolvendo o sistema nervoso. Ele descreveu a patologia das lesões neurais observadas naquilo que hoje é conhecido como esclerose múltipla, publicando suas descobertas e ilustrações em 1842. Ele também foi o primeiro a registrar a história clínica de um paciente que tinha a doença. Entretanto, somente em 1868 a esclerose múltipla foi descoberta pelo neurologista Jean-Martin Charcot (1825-1893) como uma doença distinta e peculiar.

Ele também realizou extensos estudos sobre a inflamação dos vasos sanguíneos, particularmente a flebite, a qual ele acreditava ser a causa geral da maioria das inflamações. Cruveilhier foi um escritor prolífico, e entre seus trabalhos podemos mencionar a Anatomie pathologique du corps humain (Anatomia patológica do corpo humano, 1829–1842) e a Vie de Dupuytren (Vida de Dupuytren, 1840), onde relatou as memórias do seu professor Guillaume Dupuytren (1777-1835)[4] .

Seu nome está associado ao sinal de Cruveilhier[5] (hipertensão persistente e oclusão da veia porta) e à doença de Cruveilhier-Baumgarten (cirrose do fígado sem a presença de ascites), a qual recebeu esse nome junto com o patologista alemão Paul Clemens von Baumgarten] (1848-1928)[6] . O nome de Cruveilhier também está associado à várias partes da anatomia, todavia, esses termos tem sido amplamente substituídos pela nomenclatura anatômica moderna:

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Anatomie descriptive (Anatomia Descritiva, 1834–1836)
  • Anatomie pathologique du corps humain (Anatomia Patológica do corpo humano, 1829–1842), com mais de 200 ilustrações publicada por Antoine Chazal (1793–1854) [9] .
  • Trait d'anatomie pathologique génerale (Tratado Geral de anatomia patológica, 1849–1864)
  • Anatomie du système nerveux de l'homme (Anatomia do sistema nervoso do homem, 1845)
  • Traite d'anatomie descriptive (Tratado de anatomia descritiva, 1851)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Pierre Augustin Béclard (1785-1825) (Angers, 12 de Outubro de 1785 - Paris, 16 de Março de 1825), foi médico e anatomista francês e pai do fisiologista Jules-Auguste Béclard (1817-1887).
  2. Gilbert Breschet (1784-1845) (Clermont-Ferrand, 7 de Julho de 1784 - Paris, 10 de Maio de 1845), foi médico e anatomista francês.
  3. Ramón Emeterio Betances (1827-1898) (Cabo Rojo, Porto Rico, 8 de Abril de 1827 - Neuilly-sur-Seine, Île-de-France, 16 de Setembro de 1898), foi médico, cirurgião e nacionalista porto-riquenho.
  4. Guillaume Dupuytren (1777-1835) (* Pierre-Buffière, Haute-Vienne, 5 de Outubro de 1777 - † Paris, 8 de Fevereiro de 1835), foi anatomista e cirurgião militar francês.
  5. Ruído de Cruveilhier–Baumgarten, é um sinal clínico que pode ser encontrado na doença de Cruveilhier–Baumgarten (quando ocorre uma distensão das veias umbilicais ou paraumbilicais), a auscultação desses vasos poder revelar uma anomalia.
  6. Paul Clemens von Baumgarten (1848-1928) * Dresden, 28 de Agosto de 1848 - † Tübingen, 1928), foi um patologista e anatomista alemão.
  7. Fáscia de Cruveilhier
  8. Junta de Cruveilhier
  9. Antoine Chazal (1793-1854) (* Paris, 8 de Novembro de 1793 - † Paris, 12 de Agosto de 1854), foi pintor e gravador francês.