Jonas Torres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Jonas Torres
Nome completo Jonas de Lima Torres Raible
Nascimento 22 de setembro de 1974 (40 anos)
Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Ocupação Ator


Jonas de Lima Torres Raible (Rio de Janeiro, 22 de setembro de 1974) é um ator brasileiro de cinema e televisão. É filho de um cidadão estadunidense e uma brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira ainda criança, influenciado por seu padrasto na época, o ator Fábio Junqueira. Depois de estrear com sucesso no filme Bar Esperança (ele era "Iúri", o filho dos protagonistas Marília Pera e Hugo Carvana), ingressou na TV participando de episódios da série Quarta Nobre, em 1983. Em 1984 atuou na telenovela Vereda Tropical como Zeca (mais uma vez filho da atriz principal Lucélia Santos, com uma relação de pai e filho com o outro protagonista, Mário Gomes). Jonas foi o grande destaque da novela e, como consequência, em 1985 ganhou o personagem "Bacana", uma das figuras centrais da série Armação Ilimitada, o que lhe conferiu fama nacional e status de ícone de sua geração.

Jonas Torres já manifestou desconforto em ser sempre lembrado como o intérprete de Bacana. "Infelizmente, acaba ficando esse rótulo. Eu quero me desvincular disso, um pouco. (...) para mim fica um pouco complicado, porque eu só tenho falado nisso o tempo inteiro."[1]

No ano do fim da série, 1988, protagonizou o "caso especial" (telefilme) O Dia Mais Quente do Ano, adaptação do conto O Menino que Gritava Lobo. Fez ainda as novelas "Top Model", no papel de "Arthur", e Vamp, como "Daniel", ambas escritas por Antonio Calmon, um dos criadores da Armação Ilimitada. Em 1994, serviu o exército no Estados Unidos, onde foi paraquedista. Entre 1998 e 1999, voltou à televisão na novela Malhação no papel de "Beto". Depois voltou aos Estados Unidos, desistiu da carreira militar e tornou-se piloto civil na Flórida. Nos seus últimos anos nos EUA, trabalhou como instrutor de voo. Com a crise no setor aéreo estadunidense, após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, resolveu voltar ao Brasil em 2006, e se afastou da aviação.[2] Participou na novela Os Mutantes - Caminhos do Coração, da Rede Record, na qual interpreta Eléctron, um mutante com poderes elétricos. Também está em cartaz com o espetáculo Dona Flor e Seus Dois Maridos, no papel de Mirandão. Em 2010 voltou a atuar em Malhação ID como Carlos Alberto diretor de um comercial que Cristiana e Bernardo participam.

No cinema, além de Bar Esperança, apareceu em Super Xuxa Contra Baixo Astral e Outras Estórias, de Pedro Bial.

Em 2014, integra o elenco da telenovela Império, de Aguinaldo Silva, no papel de Ismael.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1983 Quarta Nobre'
1984 Vereda Tropical Zeca
1985 Armação Ilimitada Bacana
1989 Top Model Arthur
1992 Vamp Daniel
1998 Malhação Beto
2009 Os Mutantes - Caminhos do Coração Electrón
2010 Malhação ID Carlos Alberto
2014 Império Ismael

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1983 Bar Esperança Yurí
1988 O Dia Mais Quente Do ano
1988 Super Xuxa Contra Baixo Astral Rafa
1999 Outras Estórias Irmão de Dagobé

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

É irmão por parte de mãe do também ator Caio Junqueira, que interpretou seu amigo Nico no último ano de Armação Ilimitada.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Blog Oficial do Jonas Torres

http://www.jonastorresoficial.blogspot.com/