Karl Rahner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karl Rahner, SJ
Presbítero da Igreja Católica
Teólogo, Fundador da Revista Concilium
Ordenação e nomeação
Dados pessoais
Nascimento  Alemanha, Friburgo em Brisgóvia, 5 de Março de 1904
Morte  Áustria, 30 de março de 1984 (80 anos)
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Karl Rahner (Friburgo em Brisgóvia, 5 de março de 1904Innsbruck, 30 de março de 1984) foi um sacerdote católico jesuíta de origem germânica e um dos mais influentes teólogos do século XX. Para muitos especialistas, sua teologia marca a entrada da Igreja Católica na modernidade. Entre outros temas, Rahner aborda o pluralismo religioso, a espiritualidade, o pós-modernismo, o ecumenismo, a ética e seus desdobramentos na política e na teologia feminista. [1]

Participou como teólogo do Concílio Vaticano II (1962-1965). Em 1965, foi um dos fundadores da revista Concilium, juntamente com Antonie van den Boogaard, Paul Brand, Yves Congar, O.P., Hans Küng, Johann Baptist Metz e Edward Schillebeeckx, O.P. [2] [3] A revista se tornou um importante fórum da teologia católica contemporânea. [4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Karl Rahner nasceu em Friburg, na região da Brisgóvia.

Rahner estudou filosofia durante o noviciado de Pullach, entre 1924 e 1927. Realizou estudos de teologia em Valkenburg, de 1929 a 1933. Foi aluno de Heidegger em Friburgo. Foi ordenado sacerdote em 1932.

Foi professor de teologia dogmática em Innsbruck de 1937 até 1964, quando sucedeu Romano Guardini na Faculdade de Filosofia da Universidade de Munique.

Escritor prolífico, Rahner escreveu mais de 800 artigos e ensaios.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Teologia ou sobre um teólogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.