Katara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Katara
Personagem de Avatar: A Lenda de Aang
Katara

Katara
Nacionalidade Tribo da Água do Sul
Notavéis apelidos Mandona
Sexo Feminino
Cor dos cabelos Castanho
Cor dos olhos Azuis
Posição Mestra da Água
Filha do Chefe da Tribo da Água do Sul.
Parentesco Hakoda (Pai)
Kya (Mãe)
Sokka (Irmão Mais Velho)
Kana (Avó Paterna)
Pakku (Avô Paterno Adotivo)
Aang (Marido)
Tenzin (Filho)
Bumi (Filho)
Kya (Filha)
Estilo (s) de Luta Dobra de Água
Dobra de Sangue
Arma (s) de Escolha Água
Profissão Instrutora da Dobra de Água
Afiliação Tribo da Água
Equipe Avatar
Técnicas e Habilidades Hidrocinésia
Criocinésia
Hemocinésia
Cura
Primeira aparição O Garoto do Iceberg
Dublado por Estados Unidos Mae Whitman
Estados Unidos Eva Marie
Brasil Luisa Palomanes
Brasil Selma Lopes
Projeto Televisão
Portal Televisão

Katara é uma personagem fictícia das séries animada Avatar: A Lenda de Aang e Avatar: A Lenda de Korra, produzida e exibida pelo canal norte-americano Nickelodeon. O personagem foi criado por Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko, e dublada (no original, em inglês) por Mae Whitman.[1] [2] . No filme The Last Airbender, foi interpretada pela atriz Nicola Peltz[3] .

Katara tem 14 anos de idade[4] e é uma mestra na dobra de água. Nascida na Tribo da Água do Sul, ela e seu irmão mais velho, Sokka, encontram o desaparecido Avatar, um menino chamado Aang, e juntos eles o acompanham em sua jornada para derrotar a Nação do Fogo e trazer a paz de volta às nações devastadas pela guerra.[2] O personagem apareceu em 59 [5] de um total de 61 episódios[6] da referida série.

História[editar | editar código-fonte]

Katara tinha oito anos de idade quando perdeu sua mãe num ataque da Nação do Fogo. Depois disso, resignou-se em assumir um papel maternal e doméstico, enquanto seu irmão Sokka treinava para se tornar um guerreiro. Quando completou 12 anos, seu pai, Hakoda, e outros homens da tribo partiram para o Reino da Terra a fim de participarem da resistência à Nação do Fogo, deixando Katara, Sokka e sua avó, Kanna, cuidando dos aldeões restantes.[7]

Dois anos depois, durante uma pescaria, Katara e Sokka encontraram Aang e Appa aprisionados no interior de um iceberg. Eles se tornam grandes amigos e Aang decide conduzir Katara até a Tribo da Água do Norte, para que ela possa encontrar um mestre da dobra de água. Eles são bem recebidos por sua tribo irmã, mas o Mestre Pakku rejeita Katara por ela ser mulher. Mas graças a sua forte personalidade e espírito de luta, Katara consegue convencer Pakku a ensiná-la. Ela rapidamente aprende a aprimorar sua técnica, e ao partir com Aang e Sokka rumo ao Reino da Terra, é reconhecida por Pakku como uma legítima mestra da dobra de água.

No início da segunda temporada, Pakku entrega a Katara um frasco contendo água do Oásis Espiritual. Ela então acompanha Aang na busca por um mestre na dobra de terra. Em uma fortaleza no Reino da Terra, o insano General Fong coloca a vida de Katara em perigo, o que enfurece Aang a ponto dele entrar no Estado Avatar (nessa ocasião, ficamos sabendo que Katara é a única capaz de acalmar Aang para que ele volte ao normal). Mais tarde, em Ba Sing Se, Aang é mortalmente ferido, mas graças às propriedades místicas da Água do Oásis Espiritual, Katara consegue trazê-lo de volta à vida.

A partir da terceira temporada, Katara torna-se cada vez mais poderosa. No terceiro episódio do Livro 3, ela destroi a fábrica que poluía o rio e isso fez com que a tribo que vivia nos arredores da fábrica fosse atacada pelos exércitos da nação do fogo. Ela encontra Hama, uma velha habitante da Tribo da Água que anos antes havia sido aprisionada pela Nação do Fogo. Para escapar de seu cativeiro, Hama desenvolveu uma técnica aterradora e mortal: a dobra de sangue, capaz de dominar as pessoas e forçá-las a executar qualquer comando, como se fossem marionetes. Para salvar as vidas de Aang e Sokka, Katara é obrigada a usar a dobra de sangue em Hama, sendo depois abatida pelo remorso em usar uma técnica considerada "amaldiçoada". No 16° episódio da terceira temporada Katara vai atrás do assassino de sua mãe, mas não consegue se vingar porque não teve coragem de matar o homem. No último episódio a série, Katara e Zuko lutam contra Azula, a princípio era só um Agni Kai, somente Zuko e Azula, porem Azula envolveu Katara na luta, e Katara foi forçada a lutar, então ela derrota Azula. Após a guerra Katara e seus amigos aparecem em Ba sing Se na loja de chá do Iroh, onde agora todos tem uma vida normal, mas adiante, Katara e Aang se beijam.

Em Avatar: A Lenda de Korra, Katara se encontra com 85 anos, está viúva de Aang e se dedica à Ordem da Lótus Branca, ela está vivendo na Tribo da Água do Sul e cuidou do treinamento de Korra a pedido de Aang. Ela teve três filho com o Aang. Tenzin, que é um dobrador de ar e vive na Cidade da República. Bumi um não-dobrador que aparece no ultimo capitulo de A lenda de Korra, e Kya uma dobradora de água.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

A postura do Tai Chi Chuan Chicote é uma das que Katara aprende durante suas viagens, utilizando-a para manipular a água como se fosse realmente um chicote. Na foto é demonstrada pelo Mestre Yang Chengfu.

Madura, carinhosa, gentil, Katara assumiu todas as obrigações domésticas em sua tribo após a morte de sua mãe. Como a última dobradora de água da Tribo da Água do Sul, Katara não esconde seu sonho de um dia se tornar uma grande mestra.[2] Em alguns episódios, Katara demonstra uma grande teimosia, sempre tentando convencer os outros de que sua opinião é a mais correta. Ela costuma ter acessos de raiva e descontentamento, o que, combinado com sua poderosa técnica de dobra de água, tem resultados devastadores. Foi graças a uma dessas "explosões" que Katara acabou destruindo, acidentalmente, o iceberg que aprisionava Aang e Appa. É capaz de ver a inocência em todas as criaturas, um exemplo disso é que, no início, quando muitos não confiaram em Aang, ela confiou no Avatar[8] .

Habilidade[editar | editar código-fonte]

Katara é uma mestra em dominação de água.

Com apenas 14 anos já era mestra nos estilos sul, norte e pântano enevoado, sendo também mestre em todos os tipos de sub-dobras como, dobra de plantas, cura, todos os estados da água, sangue e sabia retirar água do ar e das plantas.

Atualmente com 88 anos em A Lenda de Korra, não se sabe ao certo quais são as proporções de seus poderes atualmente, sendo conhecida como a maior curandeira do mundo, provavelmente é a maior dominadora de água mostrada na série, e provavelmente a dominadora mais forte da série depois do 'Estado Avatar'.

Adaptação para o cinema[editar | editar código-fonte]

A Atriz Nicola Peltz interpretou a Katara no filme The Last Airbender que é a adaptação cinematográfica do desenho animado para o cinema.

Referências


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote