Kumonosu-jō

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
蜘蛛巣城
Kumonosu-jō
Trono Manchado de Sangue (PT/BR)
 Japão
1957 • P&B • 105 min 
Direção Akira Kurosawa
Roteiro Shinobu Hashimoto
Ryuzo Kikushima
Akira Kurosawa
Hideo Oguni
Elenco Toshirō Mifune
Isuzu Yamada
Takashi Shimura
Género Guerra, Samurai
Idioma japonês
Página no IMDb (em inglês)

Trono Manchado de Sangue (蜘蛛巣城, Kumonosu-jō?, literalmente "Castelo Teia de Aranha") é um filme japonês de 1957 dirigido por Akira Kurosawa, que transpôs a obra Macbeth de William Shakespeare para o Período Sengoku japonês.

O filme foi considerado, pelo crítico literário Harold Bloom como a melhor adaptação cinematográfica de Macbeth[1] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Japão, século XVI. As guerras civis sacodem o país. Dois valentes samurais, os generais Washizu Taketori (Toshirō Mifune) e Miki (Minoru Chiaki), regressam aos seus domínios depois de uma batalha vitoriosa. No caminho, uma misteriosa senhora profetizao futuro de Washizu: o guerreiro se converterá no Senhor do Castelo do Norte. A partir deste fato Washizu, auxiliado por sua esposa Asaji Isuzu Yamada, se vê imerso numa trágica e sangrenta luta pelo poder.

Referências

  1. Harold Bloom, Shakespeare: The Invention of the Human. New York: 1999. ISBN 1-57322-751-X, p.519

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.