Shizukanaru ketto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
静かなる決闘
Shizukanaru ketto
Portugal Sem título em Portugal (PT)
Brasil Duelo silencioso / A luta solitária (BR)
Shizukanaru ketto poster.jpg
 Japão
1949 • p&b • 95 min 
Direção Akira Kurosawa
Roteiro Kazuo Kikuta (peça)
Akira Kurosawa (roteiro)
Senkichi Taniguchi[1] (roteiro)
Elenco Toshirō Mifune
Takashi Shimura
Miki Sanjo
Género drama
Idioma japonês
Música Akira Ifukube
Página no IMDb (em inglês)

Shizukanaru ketto (静かなる決闘, Shizukanaru ketto?) (br: Duelo silencioso ou A luta solitária) é um filme japonês de 1949 escrito e dirigido por Akira Kurosawa. O filme foi premiado no Mainichi Film Concours pela atuação de Takashi Shimura.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Toshirō Mifune, em seu segundo dos diversos filmes nos quais trabalhou com Kurosawa, interpreta um jovem doutor idealista, ainda virgem, que trabalha na clínica de seu pai, interpretado por Takashi Shimura, em um pobre e pequeno distrito. Entretanto, durante a guerra, ele adquire sífilis do sangue de um paciente quando ele acidentalmente se corta durante uma operação.

Se tratando em segredo e atormentado por sua consciência e celibato, ele renega sua noiva desconsolada e sem explicação. As circunstâncias do que se passa com o Doutor Kyoji são descobertas pela enfermeira noviça interpretada por Noriko Sengoku, que sugere que o doutor saia à procura do homem que o infectou. Após reencontra-lo, o Doutor Kyoji Fujisaki o força a assumir as responsabilidades pela sua doença e pela esposa do sujeito, que está esperando um filho.

Referências

  1. Blair, Gavin J.. "Diretor Senkichi Taniguchi morre aos 95 anos", Hollywood Reporter, 2007-11-01. Página visitada em 2007-10-05.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.