Língua havaiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Língua Havaiana (‘Ōlelo Hawai'i)
Falado em: Havaí
Total de falantes: 24.000
Família: Austronésia
 Malaio-polinésia
  Havaiano
   Língua Havaiana
Escrita: alfabeto latino ou alfabeto havaiano
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: haw
ISO 639-3: haw
Jornal do século XIX escrito em havaiano

O havaiano (havaiano: ‘Ōlelo Hawai'i) é a língua ancestral do povo indígena das ilhas do Havai, os havaianos, um povo polinésio. O havaiano, junto com o inglês, é uma língua oficial no estado do Havai. É digna de nota por possuir um pequeno inventário de fonemas (ver o alfabeto havaiano, abaixo), como muitas das suas primas polinésias. Digno de especial nota é o facto de que originalmente não distinguia entre /t/ e /k/; há poucas línguas desprovidas dessa distinção. Uma pronúncia /t/ desse fonema era comum na extremidade Kauai da cadeia de ilhas, e uma pronúncia /k/ na extremidade oposta (ilha de Havai). Depois de Kamehameha, o Grande, natural da ilha de Havai, ter conquistado todas as ilhas, a pronúncia /k/ venceu a pronúncia /t/, embora esta se mantenha em Niihau.

Alfabeto havaiano[editar | editar código-fonte]

O alfabeto havaiano, chamado ka pī‘āpā Hawai‘i em havaiano, é uma variação do alfabeto latino criada no século XIX e usada para escrever na língua havaiana. Compõe-se de 12 letras e um símbolo, o que o torna um dos alfabetos mais curtos do mundo (o alfabeto rotokas tem uma letra a menos; a língua pirahã tem dois fonemas a menos, mas não possui forma escrita). É composto das consoantes /p/, /k/, /‘/ ou /'/ (oclusão glótica ou ‘okina), /m/, /n/, /w/ (às vezes escrito como /v/), /l/, /h/, e as vogais /a/, /e/, /i/, /o/, /u/. O macron, chamado kahakō em havaiano, usado com vogais, marca uma vogal longa. Ao contrário da crença popular, ele não indica o acento tônico, embora, de acordo com as regras para determinar o acento tônico em havaiano, uma sílaba com uma vogal longa seja sempre tônica. Longa ou curta, a pronúncia das vogais não se modifica.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

Schutz, Albert J. 1994. "The Voices of Eden: A History of Hawaiian Language Studies." Honolulu: University of Hawai'i Press. ISBN 0-8248-1637-4

Ligações externas[editar | editar código-fonte]