Músculo reto do abdome

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Músculo reto do abdome
Rectus abdominis.png
Feline Rectus Abdominus.jpg
Um reto abdominal de um felino. Mostra uma fáscia remanescente e os músculos oblíquos externos.
Origem Cartilagem costal das costelas 5-7, processo xifóide do esterno
Inserção    Púbis
Vascularização artéria epigástrica inferior
Inervação segmentada pelos nervos toraco-abdominais (T7 a T12)
Ações
Antagonista eretor da espinha

O músculo reto do abdome ou reto abdominal é um músculo par que corre verticalmente em cada lado da parede anterior do abdome humano (e em alguns outros animais). Eles são dois músculos paralelos, separados por uma faixa de tecido conjuntivo chamada de linha alba (linha branca). Ele se estende da sínfise púbica inferiormente e ao processo xifoide e cartilagens costais inferiores superiormente.

Ele está contido na bainha do reto.

Função[editar | editar código-fonte]

O reto abdominal é um músculo postural chave. Pode também ser importante na respiração, quando o paciente está com dificuldades de respirar.

Suprimento sanguíneo[editar | editar código-fonte]

A artéria epigástrica inferior e veia correm superiormente na superfície posterior do reto do abdome, entram na fáscia do reto na linha arqueada e ajudam a vascularizar o músculo com sangue.

Localização[editar | editar código-fonte]

O reto abdominal é um músculo longo e chato, que se estende ao longo de todo comprimento da frente do abdome, e é separado de seu músculo no lado contrário pela linha alba.

O músculo se insere em três porções de tamanho desigual nas cartilagens das quintas, sextas e sétimas costelas.

Animais[editar | editar código-fonte]

O músculo reto do abdome é similar na maioria dos vertebrados. A diferença mais óbvia entre a musculatura abdominal dos homens e dos animais é a de que, nos animais, existe um número diferente de inserções tendíneas.

Imagens adicionais[editar | editar código-fonte]