Música de Cuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Música de Cuba: Tópicos
Bolero Chá-chá-chá
Charanga Música clássica
Contradanza Conga
Danzón Filín
Guajira Guaracha
Habanera Jazz
Hip hop Mambo
Teatro musical Nueva trova
Rock Rumba
Salsa cubana Son
Timba Trova
História
Prêmios Beny Moré Award
Festivais Cuba Danzon, Percuba
Hino Nacional "La Bayamesa"
Música caribenha
Bahamas - Bermudas - Ilhas Cayman - Cuba - Reúplica Dominicana - Haiti - Jamaica - Pequenas Antilhas - Porto Rico - Trinidad e Tobago - Ilhas Turks and Caicos


A música cubana é a expressão dos ritmos trazidos para a ilha de Cuba especialmente pela colonizados pelos espanhóis e os escravos negros da África. Além disso, em menor número, existe alguma influência asiática, incluindo a corneta china no conga do Carnaval, um evento que começou no final do século XIX com a chegada dos primeiros imigrantes chineses para a ilha.

Conforme a origem de suas influências, poderíamos fazer uma divisão fundamental entre a música euro-cubana e a afro-cubana, e de uma muito extensa derivação de ambas, com suas variadas manifestações populares, ao longo dos anos e por isso a música de Cuba sempre foi reconhecida por todo o mundo e por muitas gerações.

Qualquer classificação que se pretenda fazer da música cubana e dependerá do grau de mistura entre as influências europeias e africanas que são descobertas na mesma. Mas reduzi-la a essa classificação seria demasiado simples, porque, na realidade, a música cubana é o rico e complexo resultado da fusão criativa destas duas fontes, que historicamente tem acrescentado a influência das mais diversas culturas e tendências musicais.

Hoje em dia, está experimentando um novo "boom" da mesma, resultado do redescobrimento, pelo menos a nível dos grandes circuitos comerciais da música, que é um movimento musical florescente que vai desde a chamada salsa, até a música eletroacústica passando pelo jazz, o rock e a música clássica.

Figuras como Compay Segundo, Celina & Reutilio, Ibrahim Ferrer, Silvio Rodriguez, Ernesto Lecuona, Pablo Milanes, Omara Portuondo, César Portillo de la Luz e Chucho Valdes, entre muitos outros, são talvez o indicativo da diversidade e da riqueza desta música, o que é considerado por alguns, juntamente com os Estados Unidos e Brasil, como uma das fontes mais importantes da música popular contemporânea.

Cuba tem grandes músicas e bandas como Buena Vista Social Club, Addys D'Mercedes, Orishas e Benny Moré.

Cuba possui vários ritmos herdados de seus colonizadores como: salsa e merengue, influências africanas, rumba e principalmente o mambo que alega-se ser formado em Cuba por Orestes e Israel López (ex-integrantes da banda "Arcano y sus maravillas") em 1938. E mais tarde foi modificado pelo famoso músico Dámaso Pérez Prado (considerado el rey del mambo) o qual separou os ritmos sincopados e o jazz pois dizia que era muito complicado de dançar o mesmo e partir de 1951 o mambo se popularizou por todos os mundos.

Algumas manifestações[editar | editar código-fonte]

Vídeo[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cuba é um esboço relacionado ao Projeto América Central. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.