M. Butterfly (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


M. Butterfly
Madame Butterfly (BR)
1993 • cor • 101 min 
Direção David Cronenberg
Roteiro David Henry Hwang
Elenco Jeremy Irons
John Lone
Barbara Sukowa
Ian Richardson
Género Drama
País  Estados Unidos
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

M. Butterfly é uma produção cinematográfica estadunidense, do gênero drama, dirigida por David Cronenberg e lançada em 1993. O filme é baseado na peça teatral homônima, do escritor David Henry Hwang, que, por sua vez, baseou sua obra na história real do diplomata francês Bernard Boursicot e de Shi Pei Pu, cantor da ópera de Pequim, ambos acusados e condenados por espionagem pelo governo francês.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

René Gallimard (Jeremy Irons) é um diplomata francês em Beijing, na China dos anos 1960. Apresentado à bela Song Liling (John Lone) numa recepção na embaixada, ele se apaixona pela cantora de ópera, que corresponde ao seu interesse. Song, entretanto, é uma espiã do governo chinês, com ordens de ganhar a confiança de René, estabelecer um relacionamento com ele e convertê-lo em agente duplo.

Apaixonado, René mantém um relacionamento duradouro com Song apesar de estar sempre viajando e vê-la durante os períodos em que vem à China. O governo chinês ordena que Song consiga um filho para selar mais ainda a relação entre os dois, de modo que, quando a situação política na China se complica e René perde acesso à "mulher" e ao filho, o governo o aborda, oferecendo-lhe a possibilidade de continuar mantendo contato com ambos, desde que passe informações secretas do governo francês. Temendo pela segurança da mulher e do filho, René se torna agente duplo.

Vinte anos se passam desde que Gallimard e Liling se conheceram e o diplomata francês parece ignorar, o tempo todo, que sua mulher era, na verdade, um homem - apesar de ser notório que a tradicional ópera chinesa é encenada somente por homens. Aparentemente, René estava convencido (ou queria se convencer) de que as reservas de Song em relação ao próprio corpo se deviam à rígida moral chinesa.

Entretanto, o governo francês acaba desconfiando de René, e ele é levado a julgamento por traição. Durante seu julgamento, é-lhe revelado que Song é homem. Obrigado a reconhecer a verdade, René, já na prisão, assume a personalidade do ex-amante como Madama Butterfly, a mulher que morre por causa de um amor ilusório.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Vencedor do "Sant Jordi Awards" (Categoria:"Melhor Ator Estrangeiro", para Jeremy Irons)[1]

Referências

Portal A Wikipédia possui o
Portal LGBT