Marc Cherry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marc Cherry
Nome completo Marc Cherry
Nascimento 23 de março de 1962 (52 anos)
Oklahoma City, Oklahoma,  Estados Unidos
Ocupação Produtor de TV e cinema, diretor, autor de filmes e séries.

Marc Cherry (23 de Março de 1962) é o criador da aclamada série de televisão "Desperate Housewives".
A série foi adaptada por alguns países, como Brasil e outros países da América Latina; no Brasil chama-se Donas de Casa Desesperadas e, na América Latina, "Mujeres Desesperadas" ou "Amas de Casa Desesperadas".

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início da Carreira[editar | editar código-fonte]

Cherry nasceu e cresceu em Oklahoma. Seu pai era um contador que obrigou a família a se mudar para a Califórnia. Graduou-se na "Troy High School", em Fullerton-Califórnia. Foi na "California State University", que Cherry participou do programa de teatro Fulleton, e foi considerado como tem futuro. Depois de ganhar US$ 15.000 como um concorrente na Pirâmide de US$ 100.000 em 1986, ele decidiu se mudar para Hollywood e prosseguir o trabalho da escrita. Só que ele chegou à Hollywood em um momento ruim; greve dos roteiristas 1988. Cherry invadiu a indústria, trabalhando como assistente pessoal da atriz Dixie Carter.

Hollywood[editar | editar código-fonte]

Em 1990, ele se tornou um escritor e produtor do sitcom Supergatas; Cherry também escreveu um breve spin-off dessa série que foi chamado de The Golden Palace. Quando esse projeto chegou ao fim, Cherry foi co-criador da série The 5 Mrs. Buchanans, a série era centrada na vida da matriarca da família Buchanan (vivida por Eileen Heckart) e suas quatro filhas; ela durou apenas uma temporada (1994-1995).
Cherry também co-criado The Crew (1995). Por conta própria, mais tarde ele criou Some of My Best Friends, uma comédia de 2001, que foi baseado em parte no filme Kiss Me, Guido.

Desperate Housewives[editar | editar código-fonte]

Em 2002, surgiu a ideia da série, quando Marc Cherry e sua mãe estavam vendo na televisão uma matéria sobre Andrea Yates, mulher que havia afogado seus cinco filhos na banheira, um por um, aparentemente porquê não suportava o peso da maternidade. Cherry ficou horrorizado e comentou: "Você pode imaginar uma mulher tão desesperada para fazer algo assim?" Ele perguntou em voz alta, retoricamente. Depois de um silêncio pesado, sua mãe disse: "Sim eu entendo." Isso o inspirou a desenvolver um programa sobre a vida de quatro mulheres suburbanas de classe média alta, que após estarem casadas, descobrem que a vida não fica eternamente perfeita depois do Felizes Para Sempre.
A série passou pela mesa de produtores dos canais HBO, FOX, CBS, NBC, Showtime e Lifetime Television. Cherry teve sua grande chance quando seu agente foi preso e foi para a prisão por peculato. Seu novo agente trouxe a série para a ABC, onde dois novos executivos da emissora, Lloidy Braun e Susan Lyne deram luz verde a Marc para transmitir o episódio piloto.
Desperate Housewives, gerou de imediato uma enorme comoção nacional (e, posteriormente, o debate internacional). Cherry recebeu várias ofertas lucrativas de vários canais, mas optou por assinar um acordo de longo prazo com a Touchstone. Desde o começo a sua rede mostrou fé em Desperate Housewives, quando ninguém mais o fez.
Os executivos da ABC não estavam satisfeitos inicialmente com o título da nova série por causa do Desesperadas, tanto que sugeriram que o título fosse "Wisteria Lane and the Secret Lives of Housewives" (Alameda Wisteria, e a Vida Secreta das Donas de Casa). Em 18 de maio de 2004, a ABC anunciou o horário estável da série, todos os domingos das 21:00 às 22:00 horas. A série está alcançado grandes índices de audiência, junto com Lost, revivendo tempos passados de fortuna da ABC, cujo o último éxito havia sido Quem Quer Ser Milionário?. (Alameda Wisteria, o bairro onde se passa a história de Desperate Housewives, é ambientado na Colonial Street, dentro do Universal Studios Hollywood em Los Angeles, Califórnia.)
A série foi um fenômeno durante grande parte da sua primeira temporada, mas foi criticado por críticos de televisão dizendo que a segunda temporada de "Desperate Housewives" não foi tão criativa ou tão boa quanto a primeira. Os espectadores pareceram concordar, uma vez que a audiência caiu ao longo dela. Cherry, o escritor principal, que tinha trabalhado em tempo parcial sobre a série na segunda temporada, teve um papel maior no desenvolvimento e produção da terceira.
Cherry tem apresentado diversos atores em "Desperate Housewives" que já trabalharam com ele antes. Mark Moses, que interpretou Paul Young, e Harriet Sansom Harris, que fez Felicia Tilman, eram ambos membros do elenco de The 5 Mrs. Buchanans. Na terceira temporada, Cherry teve no elenco a ex-patroa Dixie Carter como Gloria Hodge, mãe do dentista Orson. O ator Alec Mapa, que apareceu em Some of My Best Friends, aparece em "Desperate Housewives" em um papel recorrente como estilista Gabrielle.

Autor e/ou Produtor[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Mr. Cherry, o político[editar | editar código-fonte]

Cherry foi descrito em um artigo sobre ele na revista Newsweek como "um tanto conservador, Republicano gay". Em 29 de Junho de 2006, Cherry recebeu o "Log Cabin Republicans" (um prêmio de visibilidade) durante um jantar em Hollywood, onde o vencedor do prêmio principal foi governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, que recebeu o "Courage To Lead".