Maturin Cordier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Maturin Cordier (1479-1564) foi um pedagogo francês, conhecido por ter sido professor de João Calvino em Paris no College de la Marche. Aderiu à reforma protestante e viria a viver em Genebra, perto de Calvino. Calvino convidou-o para Genebra em Março de 1545. Em fevereiro de 1550, Calvino dedicou o seu comentário às cartas aos tessalonicenses ao seu antigo professor. Nessa altura, Cordier é director do colégio de Lausanne. Foi professor na academia de Genebra e editou obras dos pais da Igreja. Faleceu em Genebra.

Nota de João Calvino[editar | editar código-fonte]

João Calvino, geralmente bastante sóbrio no que respeita a elogios e vontades em geral, escreveu a Maturin Cordier: "Quando o meu pai me enviou, ainda jovem para Paris, eu que até aí apenas alguns conhecimentos de latim tinha, quis Deus que eu encontrasse o meu educador, para que eu por si fosse colocado no bom caminho e na forma correcta de aprender, de modo que mais tarde pudesse tirar proveito."

Obra[editar | editar código-fonte]

  • Principia Latine loquendi scribendique, sive selecta quaedam ex Epistolis Ciceronis
  • De Corrupti Sermonis apud Gallos Emendatione et Latine loquendi Ratione
  • De Corrupti Sermonis Emendatione Libellus
  • De syllabarum quantitate
  • Conciones sacrae viginti rex Galliae
  • Catonis disticha de moribus (com traduções em francês e latim)
  • Remontrances et exhortations au roi et aux grands de son royaume
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.