Maurice Quentin de La Tour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Auto-retrato, c. 1750-1760

Maurice Quentin de La Tour (Saint-Quentin, 5 de setembro de 1704 – idem, 17 de fevereiro de 1788) foi um pintor rococó da França.

Era filho de um músico, e seu patronímico original era Delatour. Com 15 anos foi a Paris para estudar pintura com Jacques Spoede. Em seguida viajou para Reims e para a Inglaterra, voltando à França em 1727 para retomar seus estudos, quando iniciou a trabalhar na técnica do pastel, que o celebrizou. Em 1737 começou a expor retratos com grande sucesso no Salão de Paris, mostrando seus modelos com graça e vivacidade.

Em 1746 foi aceito na Académie royale de peinture et de sculpture, sendo promovido a conselheiro em 1751. Um ano antes fora indicado retratista do rei, mantendo essa posição até 1773, quando sobreu um colapso mental, forçando sua retirada da cena. Enquanto são, desenvolveu atividade filantrópica e fundou uma escola de arte. Joseph Ducreux foi um de seus alunos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maurice Quentin de La Tour

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

  • "Maurice Quentin de La Tour." (1994) Encyclopedia Britannica, 15th ed. London: Cambridge University Press.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.