Meta-hemoglobinemia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Meta-hemoglobinemia
Classificação e recursos externos
CID-10 D74
CID-9 289.7
OMIM 188030
DiseasesDB 8100
eMedicine med/1466 emerg/313
MeSH D008708
Star of life caution.svg Aviso médico

Meta-hemoglobinemia, também conhecida por "meta-Hb", é uma desordem caracterizada pela presença de um nível mais alto do que o normal de meta-hemoglobina no sangue. A meta-hemoglobina é uma forma de hemoglobina que não se liga ao oxigênio. Quando sua concentração é elevada nas hemácias pode ocorrer uma anemia funcional e hipoxia em tecido. Normalmente os níveis de meta-hemoglobina são <1%, quando medido pelo teste de co-oximetria. Níveis elevados de meta-hemoglobina no sangue são causados quando os mecanismos que protegem contra o stress oxidativo no interior das hemácias são desarmados e o oxigênio carregado de íon ferroso (Fe2+)]] do grupo hemo da molécula de hemoglobina é oxidado para o estado férrico (Fe3+)]]. Isto converte a hemoglobina em meta-hemoglobina, uma forma que não liga-se ao oxigênio da hemoglobina que une-se a uma molécula de água ao invés do oxigênio. A formação espontânea da meta-hemoglobina é normalmente neutralizada por sistemas de proteção enzimáticas: NADH meta-hemoglobina reductase (citocromo-b5 reductase) (principal condutor), NADPH meta-hemoglobina reductase (menor condutor) e em menor estensão o ácido ascórbico e sistemas de enzimas glutatione.

Este excesso de meta-hemoglobina acontece quando o ferro do heme é oxidado Fe3+, a uma velocidade superior do que a redução do ferro para Fe2+. Esta situação pode acontecer devido à presença de algumas substâncias tóxicas ou devido a deficiências enzimáticas congénitas.Os principais agentes tóxicos são: 4-dimetilaminofenol, anilina, benzocaína, cloratos, clorobenzeno, cloroquina, cobre, cromatos, dapsona fenazopiridina, desinfetantes, fenacetina, giz de cera vermelho, guaiacol, hidralazina, lidocaína, metoclopramida, naftaleno, nitratos, nitritos, nitrobenzeno, nitrofenol, nitroglicerina, nitroprussiato de sódio, paracetamol, peróxido de hidrogênio, piperazina, prilocaína, primaquina, produtos de combustão, quinina, quinona, resorcinol, sulfonamida, sulfanilamida, tintas de tecido, triclorocarbanalida e vitamina K sintética. Uma das manifestações da meta-hemoglobinemia, é o aparecimento da cianose.

Quando há a desnaturação da hemoglobina por oxidação e a meta-hemoglobina redutase não consegue neutralizar as subtâncias oxidativas ocorre formação do corpúsculo de Heinz, levando a hemólise.

Uma das consequências dessa oxidação é não ter mais a forma disponível do ferro (ferrosa), daí não há disponibilidade para síntese da hemoglobina e das hemácias. (Pode levar à quadro de anemia) Isso acontece em ruminantes por intoxicação por nitrato/nitrito vindo de adubos mal incorporados, ou também por se alimentarem de Brachiaria radicans, rica em nitrato.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.