Ministro Andreazza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ministro Andreazza
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 13 de fevereiro de 1992
Fundação 13 de fevereiro de 1992
Gentílico andreazense
Lema Administrando com responsabilidade
Prefeito(a) Neuri Carlos Persh (PTB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Ministro Andreazza
Localização de Ministro Andreazza em Rondônia
Ministro Andreazza está localizado em: Brasil
Ministro Andreazza
Localização de Ministro Andreazza no Brasil
11° 11' 49" S 61° 31' 01" W11° 11' 49" S 61° 31' 01" W
Unidade federativa  Rondônia
Mesorregião Leste Rondoniense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cacoal IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Cacoal,Ji-Paraná e Presidente Médici
Distância até a capital 452 km
Características geográficas
Área 798,065 km² [2]
População 10 354 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 12,97 hab./km²
Clima Equatorial
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,701 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 109 495,871 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 278,41 IBGE/2008[5]
Página oficial

Ministro Andreazza é um município brasileiro do estado de Rondônia.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 11º11'49,5" sul e a uma longitude 61º31'01.9" oeste, estando a uma altitude de 283 metros. Sua população estimada em 2010 era de 10.354 habitantes.[3]

Possui uma área de 875,31 km².

História[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade homenageia o coronel Mario Andreazza, ministro dos Transportes nas gestões dos presidentes Costa e Silva e Médici, e do Interior no governo de João Figueiredo, quando aliás se deu a transformação de Rondônia, então Território Federal, em Estado. O Município de Ministro Andreazza tem sua história vinculada à expansão da fronteira agrícola Nacional, decorrente da convergência de fluxo imigratório para o Estado de Rondônia.

É um Município que se encontra a 35 km distante da Rodovia BR 364. A Lei de Nº 372 de 13 de fevereiro de 1992, cria o Município de Ministro Andreazza, desmembrando do Município de Cacoal. Sendo que esta ficou como feriado municipal através do projeto de Lei Nº 005/93. Deu-se o inicio o desbravamento em 1975, os migrantes vindos de vários Estados Brasileiros para colonizar as terras férteis de nossa região, ainda pertencendo ao município de Cacoal à 37 km da BR 364 surgiu-se a ideia de iniciar um povoado dando-se o 1º nome de Vila Formasa e logo passa a ser denominada Nuar de Nova Brasília, assim construindo uma escola estadual de 1º grau, uma de trânsito, o Escritório de EMATER e 5 casas construídas, educação e saúde, agricultura, administração e também um prédio que funcionava com posto de saúde. Todas essas obras foram construídas com recursos do POLONOROESTE na gestão do ex governador Jorge Teixeira de Oliveira.

Com o seu grande desenvolvimento passou a ser distrito de Cacoal na gestão do ex prefeito Josino de Brito. Ainda como distrito de Ministro Andreaza, com a condição de chefe do poder executivo municipal, o empresário Mauro de Carvalho, pioneiro de 1973, bem sucedido comerciante local.

Tendo na sede do município estabelecimentos comercias e industrias em fase de grande desenvolvimento. De natureza essencial agrícola, destacando-se como grande produtor de café, feijão, arroz, algodão, cacau e outras culturas tropicais. Contendo também grande rebanho bovino como destaque.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. a b Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios de Rondônia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.