Momčilo Krajišnik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Momčilo Krajišnik
Момчило Крајишник
1ª membro sérvio da
Presidência da Bósnia e Herzegovina
Período de governo 14 de Março de 1996 a 13 de Outubro de 1998
Sucessor(a) Živko Radišić
Vida
Nascimento 20 de Janeiro de 1945 (69 anos)
Sarajevo, República Socialista Federativa da Iugoslávia
Dados pessoais
Partido Partido Democrático Sérvio

Momčilo Krajišnik (cirílico: Момчило Крајишник) (nascido em 20 de janeiro de 1945 em Zabrnje, no município de Novi Grad, Sarajevo, Bósnia e Herzegovina, República Democrática Federal da Iugoslávia) é um antigo político sérvio bósnio condenado por assassinato e outros crimes contra a humanidade cometidos durante a Guerra da Bósnia (1992-1995).

Ele é um dos fundadores do partido nacionalista sérvio-bósnio, o Partido Democrático Sérvio (SDS), juntamente com Radovan Karadžić.[1]

Entre 1990 e 1992, foi presidente da Assembleia Nacional da República Srpska e, entre junho e dezembro de 1992, membro da expandida Presidência da República Servo-Bósnia.

Após a Guerra da Bósnia, se tornou o representante sérvio na Presidência da Bósnia e Herzegovina formada por três membros de 1996 a 1998. Perdeu sua candidatura para a reeleição em 1998 para Živko Radišić.

Em 2006, foi considerado culpado de cometer crimes contra a humanidade durante a Guerra da Bósnia pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia (TPIJ) e está atualmente na prisão, cumprindo pena de 20 anos.[2]

Referências

  1. "Bosnia Serb jailed for war crimes", 27 September 2006. Retrieved 26 July 2010
  2. Prosecutor v. Momcilo Krajisnik judgement International Criminal Tribunal for the former Yugoslavia.
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Bósnia e Herzegovina

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]