Mosteiro de São João, o Teólogo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Centro Histórico (Chora) com o Mosteiro de São João o Teólogo e a Caverna do Apocalipse na Ilha de Patmos *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Chora-of-Patmos.JPG
Chora de Patmos
País  Grécia
Tipo Cultural
Critérios iii, iv, vi
Referência 942
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 37° 18′ N 26° 33′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1999  (23ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Mosteiro de São João o Teólogo (em grego: Μονή Αγίου Ιωάννου του Θεολόγου) é um mosteiro ortodoxo situado na ilha de Patmos na Grécia.

Foi incluído como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1999.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1088 o imperador bizantino Aleixo I Comneno deu a ilha de Patmos ao soldado-pastor João Cristódulo. A maior parte do mosteiro foi completada por Cristódulo três anos depois; ele fortificou muito o exterior por causa das ameaças de pirataria e de dos turcos.[1] . 330 raros manuscritos encontram-se na biblioteca, sendo 82 do Novo Testamento.[2]

Em 2012, moravam 40 monges neste mosteiro.

Referências

  1. Monastery of St. John, Patmos (20/7/2010). Página visitada em 13/12/2010.
  2. Manuscripts by place no INTF.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]