Mucosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Secção da membrana mucosa do estômago humano

Mucosa (ou membrana mucosa) é um tipo de tecido epitelial de revestimento interno das cavidades do corpo que têm contato com o meio externo.[1]

"O epitélio do intestino delgado, por exemplo, é constituído por uma camada simples de células cilíndricas, que lhe permitem executar sua principal função: absorver o alimento. Por isso, essas células possuem dobras - as microvilosidades ou microvilos -, que aumentam a área de absorção do alimento. Nesse caso, a proteção do organismo é feita pelo muco, substância viscosa formada por glicoproteínas e produzida por células especiais - as células caliciformes -, encontradas em vários órgãos."

Mucosa é o nome dado ao conjunto formado por epitélio mais tecido conjuntivo que reveste as cavidades úmidas do corpo, em contraste com a pele onde a superfície é seca. Portanto, recobre locais como a boca, intestino, bexiga, etc. Seu tecido conjuntivo é denominado lâmina própria ou córion.

Exemplos de mucosas[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Mucosa (em português). Porto Editora. Infopédia. Página visitada em 01 de agosto de 2013.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • JUNQUEIRA, L. C. & CARNEIRO, J. 1999.Histologia Básica . 9ª edição, Rio de Janeiro:Ed. Guanabara Koogan.
  • LINHARES, Sérgio ; Gewanddsznajder, Fernando. Biologia Hoje. 14. ed. São Paulo: Ática, 2005. p. 295.