Nadir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde março de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ilustração da posição relativa do Zénite e do Nadir.

Em astronomia e Geografia nadir (do árabe ندير nadeer نظير nathir, "oposto") é o ponto inferior da esfera celeste, segundo a perspectiva de um observador na superfície do planeta. Nadir é a projeção do alinhamento vertical que está sob os pés do observador, como se "um furo" varasse o outro lado do planeta. Nadir, cujo prefixo nad tem uma ligação com o sânscrito, significaria canaleta, córrego, ou fluxo do nada. Seria então o canal em que circularia o prana pelo corpo até ao infinito. Esse nome é o oposto ao Zênite, que é o ponto culminante em que um astro, com igual declinação, ficaria a 90º com relação ao observador .

Também, nadir quer dizer "raro" em hebraico (נדיר) e em árabe.[carece de fontes?]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Glossário de Astronomia

Abóbada celeste | Apoastro | Afélio | Albedo | Ascensão recta | Astro | Corpo celeste | Classificação estelar | Declinação | Diagrama de Hertzsprung-Russell | Eclíptica | Equador celeste | Equinócio | Esfera celeste | Hemisfério celestial norte | Hemisfério celestial sul | Luminosidade | Intensidade de radiação | Magnitude aparente | Magnitude bolométrica | Nadir | Órbita | Periastro | Periélio | Planeta | Ponto vernal | Precessão dos equinócios | Solstício | Trópico | Zênite