Old School

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Old School
Dias de Loucura (PT)
Dias Incríveis (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2003 • cor • 91
92 (sem censura) min
 
Direção Todd Phillips
Produção Daniel Goldberg
Joe Medjuck
Todd Phillips
Ivan Reitman
Roteiro Court Crandall (história)
Todd Phillips (história)
Scot Armstrong (história)
Elenco Luke Wilson
Will Ferrell
Vince Vaughn
Jeremy Piven
Gênero Comédia
Idioma Inglês
Música Theodore Shapiro
Cinematografia Mark Irwin
Edição Michael Jablow
Estúdio The Montecito Picture Company
Distribuição DreamWorks Pictures
Lançamento Estados Unidos 21 de fevereiro de 2003
Portugal 25 de abril de 2003
Brasil 27 de junho de 2003
Orçamento US$24 milhões
Receita US$87,055,349
Página no IMDb (em inglês)

Old School (no Brasil, Dias Incríveis; em Portugal, Dias de Loucura) é um filme de comédia estadunidense de 2003 lançado pela DreamWorks Pictures e The Montecito Picture Company e dirigido por Todd Phillips. A história foi escrita por Court Crandall, e o filme foi escrito por Phillips e Scot Armstrong. O filme é estrelado por Luke Wilson, Vince Vaughn e Will Ferrell como três homens deprimidos em torno dos trinta e poucos anos que buscam reviver seus dias de faculdade, iniciando uma fraternidade, e as tribulações que eles encontram em fazê-lo. Old School foi lançado diretamente em vídeo no Brasil.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Mitch volta mais cedo de uma viagem de negócios e fica chocado ao descobrir que sua namorada Heidi participa de orgias com uma variedade de pessoas. Ele termina seu relacionamento e reencontra uma antiga paquera da universidade, Nicole, no casamento de seu amigo Frank. Mitch, Frank e Beanie são três homens que têm em torno de trinta anos, e que viram suas vidas tomarem caminhos totalmente diferentes de seus sonhos de juventude.

Após o fim de seu namoro, Mitch à procura de um local para morar encontra uma casa situada dentro do campus da Universidade Harrison. Frank está para se casar, e Beanie, agora um homem de família, tem saudades dos seus loucos anos adolescentes. Seus amigos Frank e Beanie decidindo faze-lo esquecer sua ex-namorada, decidem montar uma nova irmandade, formada por ex-alunos do local, que tem a missão de dar as festas no campus.

Incialmente Mitch reluta em aceitar que sua casa seja transformada em uma fraternidade, mas acaba sendo convencido por seus amigos. E para tentar reviver os dias da época da universidade, resolvem então formar a sua própria fraternidade na nova casa de Mitch, e tentar recuperar o tempo perdido, dando festas, correndo atrás das calouras e armando confusões ainda maiores do que as da época em que estavam na faculdade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme é ambientado em La Crescenta-Montrose, na Califórnia. Locais de filmagem incluem Palisades High School, Universidade da Califórnia em Los Angeles, Universidade do Sul da Califórnia e na Universidade de Harvard.[1] O filme é considerado um precursor do Frat Pack uma vez que três de suas estrelas são membros do núcleo desse grupo.

O roteiro foi escrito como uma resposta de comédia a Fight Club,[2] e há inúmeros paralelos no script.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Old School teve recepção mista por parte da crítica especializada. Em base de 32 avaliações profissionais, alcançou metascore de 54% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 7.2, usada para avaliar a recepção do público.[3]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme arrecadou $17,453,216 em 2,689 cinemas em sua primeira semana de estreia nas bilheterias dos EUA, abrindo em #2 atrás de Daredevil que estava em sua segunda semana no topo. Old School teve receita bruta de $75,585,093 nos EUA e Canadá e $11,470,256 nos mercados internacionais, num total de $87,055,349 no mercado mundial.[4]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Artios Awards - 2003

  • Melhor longa-metragem: Old School (Indicado)

MTV Movie Award - 2003

Taurus Award - 2003

  • Melhor atuação de dublê com fogo: Old School (Indicado)

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Expand section Na festa Mitch-a-palooza, Snoop Dogg e Kokane cantam "Paper'd Up", a amostragem de Eric B & Rakim do álbum "Paid in Full".[5] [6] A trilha sonora também incluiu "Dust in the Wind" da Kansas, "Hungry Like the Wolf", "Farmer in the Dell", "Gonna Make You Sweat", "Louie Louie", "Chariots of Fire", "Good Lovin' Gone Bad", "Master of Puppets" do Metallica, "Playground in My Mind" de Clint Holmes e "The Sound of Silence" de Simon & Garfunkel. A canção principal neste filme é "Here I Go Again" de Whitesnake, que é tocado quando o personagem de Will Ferrell está consertando seu carro e nos créditos finais. Além disso, The Dan Band canta uma das famosas canções de Bonnie Tyler, "Total Eclipse of the Heart" (com algumas partidas de improvisação interessantes como a letra da capa), e "Lady" de Styx's. Durante a seqüência de introdução de "To Be Young (Is to Be Sad, Is to Be High)" de Ryan Adams, co-autoria com David Rawlings, pode ser ouvida. Mais memorável durante a cena do detector de metais.

Sequência[editar | editar código-fonte]

Em 2006, uma sequência para Old School foi escrito por Scot Armstrong, mas foi recusado pelas estrelas originais, Will Ferrell e Vince Vaughn. A história diz respeito à velha fraternidade participando do Spring Break. Ao promover Semi-Pro em 2008, Ferrell tinha a dizer sobre o extinto projeto: "Eu li [o roteiro]. Algumas partes conjuntas são super engraçadas, mas eu não sei. Eu acho que Vince [Vaughn] teve a mesma reação. Estamos meio que fazer a mesma coisa novamente. Era como se nós indo para Spring Break, mas temos de encontrar este cara que é o chefe de uma fraternidade. Mais uma vez, as coisas engraçadas, mas é apenas mais uma vez nós de novo em um ambiente de fraternidade. Ele só parecia que estava repetindo. Mas vejam, eu estou pensando sobre."[7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]