Operação Magistral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Operação Magistral
Guerra Afegã-Soviética
Paktia in Afghanistan.svg
Em vermelho, a região da província de Paktia.
Data 19 de novembro de 1987 - 10 de janeiro de 1988
Local Paktia, Afeganistão
Desfecho Vitória soviética/afegã
Combatentes
 União Soviética
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg República Democrática do Afeganistão
Flag of Jihad.svg Mujahidins
Comandantes
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Boris Gromov
Afeganistão Shahnawaz Tanai
Flag of Jihad.svg Jalaluddin Haqqani
Forças
Governo Afegão:
8 000 combatentes

Soviéticos:
20 000 soldados
9 000 - 20 000 combatentes
Baixas
Afegãos: 1 000 perdas, incluindo 300 mortos em combate[1]

Soviéticos: 24 mortos, 56 feridos[2]
1 500 - 3 000 mortos[3]

A Operação Magistral (em russo: Операция Магистраль) foi uma operação militar do exército soviético que aconteceu durante a fase final da intervenção soviética na guerra civil do Afeganistão. Acontecendo entre novembro de 1987 e janeiro de 1988, ela foi lançada com o propósito de destruir as forças mujahidins na região de Paktia. Um de seus objetivos principais era liberar as estradas locais das mãos dos insurgentes para facilitar a retirada das tropas soviéticas da nação afegã. Apesar de bem sucedida, ela não foi nada decisiva no resultado geral da guerra, que não foi favorável a União Soviética.[4]

Referências

  1. Urban, Mark. War in Afghanistan. Londres: Palgrave MacMillan, 1990. p. 233. ISBN 0-333-51477-7
  2. Марковский, Виктор (2000). Жаркое небо Афганистана Техника - Молодежи. Página visitada em 29 de janeiro de 2008.
  3. Westermann, Edward B. (01-06-1997). The limits of Soviet Airpower: The Bear Versus the Mujahideen Thesis. Defense Technical Information Center. Página visitada em 20 de dezembro de 2007.
  4. Jalali, Ali Ahmad; Grau Lester (1989). Afghan Guerrilla Warfare, in the Words of the Mujahideen Fighters. MBI. ISBN 0-7603-1322-9.